STF proíbe exclusão de casais homoafetivos de políticas públicas

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, que uniões homoafetivas devem ser entendidas sim como entidades familiares e, em função disso, devem ser incluídas nas políticas públicas voltadas para a família no país.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A decisão foi tomada nesta segunda-feira, 16, quando os 11 ministros votaram contra um artigo de uma lei do Distrito Federal, a lei de valorização da família. Este artigo definia como entidade familiar apenas o núcleo formado a partir da união entre homem e mulher por meio de casamento ou união estável.

Leia também: 

Como a decisão violava o princípio constitucional da dignidade humana, já que excluía as pessoas LGBTQ+ das políticas públicas, o STF derrubou o artigo e excluiu do Código Civil qualquer interpretação que impeça o reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo como família.

Com essa decisão do STF, os casais de gays, lésbicas e outras formas de relacionamento passam a ter os mesmos direitos no tocante a garantia de segurança e assistência social de famílias em situação de vulnerabilidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando a norma prevê a instituição de diretrizes para implantação de política pública de valorização da família no Distrito Federal, deve-se levar em consideração também aquelas entidades familiares formadas por união homoafetiva”, concluiu o relator da ação, o ministro Alexandre de Moraes.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: UNIVERSA/Foto: Pixabay

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,782,693SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Criança resgata gatinha desfigurada de lixo na Turquia e bichinho tem vida transformada

Uma menina turca, que não teve a identidade divulgada, resgatou uma gatinha do lixo, em Istambul (Turquia). A criança de 7 anos salvou a...

Empresa de TI lança minimanual sobre diversidade no ambiente de trabalho

O que significa ter um ambiente de trabalho diverso? O que fazer para recrutar e manter pessoas de perfis diversos na empresa? Quais práticas...

Loja ‘recicla’ eletrodomésticos: transforma gastos em economia para as pessoas e benefícios para a natureza

O coordenador de pesquisa e desenvolvimento da Indústria Fox, Leonardo Kroger, entrou em contato com o Razões para Acreditar para falar de um projeto...

Estudantes realizam casamento de travesti e celebram a diversidade

“Não podemos admitir que nenhum tipo de diversidade da sociedade seja motivo para preconceitos”.

Jovem transforma baldes em casinhas para animais de rua poderem se abrigar em Tupã (MG)

Desde pequena sensibilizada com a causa animal, Lara Jacob, 23 anos, mantém uma ação social simples, mas muito efetiva para ajudar animais de rua...

Instagram