Agricultores que cultivam cacau sentem o sabor de chocolate pela primeira vez


PUBLICIDADE ANUNCIE

Chocolate. Indiferente da sua preferência, o amor por ele é algo universal, compartilhado entre nós. Após o jantar ficamos ansiosos por ele, celebramos aniversários e feriados com ele.

Mas, para os agricultores de cacau de M’batto da Costa do Marfim, o círculo não se fecha, eles nunca tinham provado chocolate, alguns nem sabiam nem o que era. Até que Selay Marius Kouassi, correspondente da TV Metrópolis da França, visitou e ofereceu a eles o sabor de sua primeira barra de chocolate.

A Costa do Marfim é um pequeno país na costa oeste da África, é o líder produção mundial de grãos de cacau, o principal ingrediente do chocolate. Muitos dos agricultores têm trabalhado a vida toda com a colheita dos grãos de cacau, rodeados por eles há décadas, mas inacreditavelmente, nunca haviam provado o gosto do produto acabado.

Os agricultores de cacau estão na parte inferior da cadeia de fornecimento global, que permanece “firmemente contra [eles]”. Os comerciantes, processadores, exportadores e fabricantes ficam em cima dos agricultores, exigindo uma margem de lucro maior. Os agricultores têm pouco poder de barganha e por isso acabam recebendo o mínimo para seu produto.

N’Da Alphonse é o primeiro agricultor em dar uma mordida, ele diz que nem sabe para quê o cacau é utilizado. Ele só faz sete euros por dia. Em M’batto, uma barra de chocolate custa dois euros.

Selay oferece a ele uma barra para comer, e ele imediatamente se surpreende. “Eu não sabia que o cacau era tão gostoso,” ele diz. “Delicioso”.

Ele leva outra barra para os amigos dele. Quando um homem experimenta e fala: “É mesmo 100% de certeza que isso é feito de grãos de cacau?”

Os trabalhadores agrícolas passam a barra uns para os outros, maravilhados com o gosto e fazendo brincadeiras com Selay. Eles estouram de alegria quando uma terceira barra é oferecida.

“Reclamamos porque o cultivo de cacau é trabalho duro,” diz um dos trabalhadores, dando sua primeira mordida. “Agora podemos desfrutar o resultado. Que privilégio em provar isso.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

agricultores-chocolate-1 agricultores-chocolate-2 agricultores-chocolate-3 agricultores-chocolate-4

agricultores-chocolate-5 agricultores-chocolate-6 agricultores-chocolate-7

 

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar