Aluna do ‘Samuzinho’ salva irmão de 7 meses engasgado com leite materno


Aluna do projeto 'Samuzinho' salva irmão de sete meses engasgado com leite materno
PUBLICIDADE ANUNCIE

Ao ver seu irmão de sete meses se engasgar devido a um rápido descuido da avó, Ana Beatriz, 12 anos, salvou a vida de Davi, de sete meses, graças à sua destreza e habilidades recém-adquiridas no projeto Samuzinho.

Ana realizou uma manobra de emergência, possibilitando que Davi voltasse a respirar.

Tudo aconteceu muito rápido. A avó das crianças, Teresinha Silva, conta de cuidava do bebê em uma cama e acabou cochilando por alguns minutos. Ao acordar, no susto, percebeu que a pele de Davi estava cada vez mais roxa.

Aluna do projeto 'Samuzinho' salva irmão de sete meses engasgado com leite materno

“Eu cochilei um pouco, e quando abri os olhos, ele já estava sem fôlego, procurando ar e não achava”, relembra a aposentada. Perdida, ela pediu a ajuda da neta, que percebeu que o irmão estava engasgado e agiu rapidamente.

Leia também: 

“Foi rápido. Me senti muito segura e fiz a manobra. Eu peguei ele, virei ele de bruços, dei tapinhas nas costas, e o líquido, que no caso foi o leite, estava saindo gradativamente”, contou Ana Beatriz.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Essa técnica foi ensinada pelo projeto Samuzinho, iniciativa de profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Cerca de 60 crianças com idades entre 7 e 12 anos participam – entre elas, Ana Beatriz.

Aluna do projeto 'Samuzinho' salva irmão de sete meses engasgado com leite materno

O pequeno Davi é o segundo bebê salvo por um aluno do Samuzinho. No mês passado, Walter Neto, de 7 anos, salvou o primo, Davi, de 3, que havia se engasgado com uma espinha de peixe.

“Nós do Samu iniciamos esse trabalho com as crianças porque são atenciosas e focadas, aprendem mais, e acreditamos muito que ‘primeiros socorros’ é matéria de sala de aula”, disse a técnica em enfermagem Elisângela De Jesus Pereira, membro do projeto Samuzinho.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1/Fotos: Reprodução/TV Clube

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar