Atleta de MMA ganha cirurgia para a filha após lutar para pagar a operação: “agradeço demais”

Um médico sensibilizado com a história do atleta realizou a cirurgia que sua filha precisava de graça: “Estou muito feliz, não há palavras para agradecer".


atleta mma octógano
PUBLICIDADE ANUNCIE

O atleta de MMA Evandro Capoeira, 35 anos, fez sua estreia no octógono visando usar o dinheiro do prêmio para pagar uma cirurgia da filha. Felizmente, nesta semana, sua história teve um final feliz.

“Quando a gente vê um filho doente, quer ver ele bem o mais rápido possível”, diz.

Camila, 13 anos, precisa realizar uma cirurgia de retirada de um cisto no olho urgentemente. Graças à ajuda do médico João Orlando Correia, o procedimento foi realizado no Hospital Regional de Piripiri, no Piauí, sem custos para Evandro.

O médico ficou sensibilizado com a história do atleta e entrou em contato com ele para agendar a cirurgia no olho de Camila. “Agradeço demais, uma atitude muito bonita”, afirmou o striker.

Ajuda para campeão de jiu-jitsu que vende biscoitos para competir

atleta mma octógano

Evandro conta que outras pessoas se sensibilizaram com sua história e também entraram em contato com ele, seja oferecendo ajuda financeira, seja elogiando sua garra e determinação em prol da filha. “Estou muito feliz, não há palavras para agradecer. Quando a gente vê um filho doente, quer ver ele bom o mais rápido possível”, relatou.

Atleta de MMA & Vendedor de Quitutes

Fora do octógono, Evandro trabalha vendendo bombons, pirulitos e salgadinhos em comércios pela cidade.

PUBLICIDADE ANUNCIE

No início deste mês, ele recebeu o convite para poder participar do Piauí Fight, um evento de lutas realizado em Piripiri, no interior potiguar.

Leia também: Vencedor de luta se comove com a história do adversário e doa o prêmio [VÍDEO]

Precisando bastante do dinheiro, ele aceitou o desafio e foi inscrito no evento pelo seu professor de capoeira, mas acabou sendo nocauteado aos dois minutos de luta por Rubens Massará.

pai e filha fazendo coração com as mãos

Valor da bolsa é de R$ 500

O valor da bolsa recebida pelo atleta, de R$ 500, foi usado para comprar medicamentos para Camila. A quantia, segundo Evandro, é como um troféu para ele, pois o faz lembrar da luta e de sua filha. “Não veio o cinturão pela vitória, mas é uma quantia que é sagrada”, declarou. O lutador também conta que, se tivesse que apanhar de novo para ajudar sua filha, ele faria tudo novamente.

Ajuda para campeão de jiu-jitsu que vende biscoitos para competir

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: O Povo/Fotos: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar