fbpx

Conheça Dudu Próspero: ele sobreviveu a uma doença grave, é funcionário concursado e tem duas graduações

Dudu Próspero tem duas graduações e é funcionário público concursado: inspiração!


dudu prospero sobrevive a doença duas graduações
PUBLICIDADE ANUNCIE

Luis Eduardo Garcia Próspero tem duas graduações, em Direito e Administração, é funcionário público concursado e sobreviveu a uma doença chamada Mucopolissacaridose tipo 6, de origem genética e hereditária.

A suspeita da doença começou quando era bebê e foi confirmada aos 5 anos, ao mesmo tempo em que perdia seu irmão, Niltinho, para a mesma doença. Em 2003, Dudu Próspero, como é mais conhecido, começou um tratamento experimental, que melhorou bastante sua qualidade de vida.

Leia também: Jovem com Síndrome de Down se forma em Educação Física no RS

Nessa época, Dudu já havia perdido a visão por conta da doença. Ainda que os dias fossem nada fáceis, Dudu jamais “jogou a toalha”, pelo contrário: concluiu o ensino médio e iniciou a faculdade de Direito, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

“O Direito foi pela necessidade na época de ter o conhecimento técnico e não apenas o argumento como pessoa e paciente. Tinha que lutar pela vida e saber como lutar para poder ajudar outros a entenderem os direitos e deveres como cidadão e paciente”, disse Dudu ao Razões para Acreditar.

Dudu fez o curso ao lado da mãe, Regina, por uma exigência da faculdade. Mãe e filho formaram juntos, em 2012, com Dudu como o orador da turma. “Ele nunca aceitou parar de estudar. É inteligentíssimo, tem um QI muito alto”, afirma Regina.

dudu prospero sobrevive a doença duas graduações
Dudu e Regina

Segundo Dudu, ele vive um dia de cada vez, buscando se adaptar aos obstáculos que a doença coloca no seu caminho: “Aproveito cada oportunidade, boa ou ruim, para avançar. A doença me ensinou isso, não crio expectativas, fazendo de cada obstáculo um motivo de superação. Viver já é a maior conquista!”.

Depois de se graduar em Direito, ele preferiu voltar para Itápolis, cidade onde nasceu, no interior de São Paulo. Regina conta que o filho se sentia inútil, pois não conseguia arrumar emprego. “Infelizmente, a inclusão ainda é terrível. Há vagas, mas as pessoas não sabem como absorver um deficiente visual e/ou físico”, lamenta.

dudu prospero sobrevive a doença duas graduações

Leia também: Mãe cria projeto para ajudar filho com síndrome rara e auxilia outras famílias com a mesma doença

Em 2015, Dudu começou a faculdade de Administração, “uma oportunidade de realização pessoal, onde seu que posso contribuir e ter um valor profissional”. Desta vez, fez o curso sozinho, pois achava “muita queimação de filme” Regina acompanhá-lo nas aulas.

dudu prospero sobrevive a doença duas graduações

Um ano depois, prestou concurso público para o cargo de agente educacional da Prefeitura de Itápolis. Foi aprovado em primeiro lugar na prova reservada a pessoas com deficiência e ficou em 26º lugar na prova normal.

“A doença sempre foi natural pra mim, independente de aceitar ou não. Mesmo quando não sabia da sua existência, sabia que havia algo diferente. Aprendi que sempre há duas escolhas: lamentar, que não mudaria a realidade, ou aceitar e tirar o melhor da situação. No restante, tudo aconteceu naturalmente.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

dudu prospero sobrevive a doença duas graduações

“Ele também teve que batalhar em Itápolis. Mostrou que era capaz, conquistou espaços e brigou pelo o que achava justo. Ele faz muita diferença por onde passa.”

Dudu assumiu o cargo em abril de 2017. Começou a trabalhar enquanto caminhava para a reta final da faculdade de Administração. A formatura foi no ano passado e Dudu aproveitou a oportunidade para falar de uma campanha que tem tudo a ver com ele, chamada #supere-se, promovida pelo Instituto Vidas Raras.

dudu prospero sobrevive a doença duas graduações

dudu prospero sobrevive a doença duas graduaçõesdudu prospero sobrevive a doença duas graduações

Leia também: Sorveteria faz sorvete para menino com alergia à proteína do leite

A ONG faz um lindo trabalho de acolhimento e cuidado de pessoas com doenças raras e de seus familiares. Dudu lembrou a todos que problemas existem, mas que o importante é tentar superá-los, como fez nos seus 28 anos.

dudu prospero sobrevive a doença duas graduações

“A possibilidade de alcançar essas conquistas sempre foi um combustível. Como seres humanos, somos insaciáveis, então, procuro novos desafios. Procuro fazer o meu melhor a cada dia”, ressalta Dudu.

Próspero no nome e prosperando na vida, Dudu aceita suas limitações, porém sem abaixar a cabeça. De cabeça erguida, segue em frente, fazendo dos obstáculos um combustível que só engrandece suas conquistas!

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

dudu prospero sobrevive a doença duas graduaçõescrédito das imagens: Arquivo da família

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar