Homem com suspeita de morte cerebral acorda após aparelhos serem desligados


Homem com morte cerebral acorda após aparelhos serem desligados
PUBLICIDADE ANUNCIE

O norte-americano T. Scott Marr foi encontrado em sua casa no dia 12 de dezembro por um de seus filhos no chão, inconsciente. Encaminhado ao Hospital Metodista em Omaha, estado de Nebraska, constatou-se que ele havia sofrido um severo AVC (acidente vascular cerebral) horas antes.

Scott passou os dois dias seguintes conectado a um tubo de respiração na UTI. De acordo com a equipe médica responsável por ele, seu cérebro estava inchado e não apresentava quaisquer sinais de melhora nos dias que se seguiram. Alguns especialistas temiam que o AVC havia sido demasiadamente destrutivo, causando-lhe danos irreversíveis.

Por conta desse quadro, os médicos decidiram declarar a “morte cerebral” de Scott e informar o acontecido aos filhos do paciente, que optaram por desligar os aparelhos que ainda o mantinham vivo – teoricamente, em estado vegetativo.

“Ele sempre falou para a gente que não gostaria de ser visto preso a uma cama de hospital”, disse Preston Marr, uma das filhas de Scott, à rede de televisão local KMTV.

No entanto, uma grande reviravolta aconteceu. Inesperada e milagrosamente, assim que os tubos foram desconectados, Scott continuou respirando. Apesar disso, os médicos, compreensivelmente céticos, não acreditaram que isso pudesse de alguma forma alterar o prognóstico; tampouco, no caso dos filhos, de cancelar o funeral do pai.

Leia tambémJovem brasileiro cria computador que lê reações do cérebro de pessoas em coma

As boas notícias não cessaram, pois no dia seguinte, enquanto preparam a cerimônia fúnebre do pai, seus filhos foram chamados de volta ao hospital, pois Scott não apenas estava respirando plenamente como apresentava reações a estímulos externos pela primeira vez desde o AVC.

“Essa coisa toda foi um milagre de Deus. Eu não morri. Eu não tive que morrer. Estou de volta aqui”, disse ele à KMTV. “Deveria estar morto, agora me recupero em casa após semanas de tratamento.”

Homem com morte cerebral acorda após aparelhos serem desligados
T. Scott Marr teve morte cerebral decretada após um AVC, mas se recuperou após os aparelhos de suporte de vida serem retirados. Foto: Facebook / Reprodução

Novo diagnóstico

PUBLICIDADE ANUNCIE

Após a realização de novos exames, a equipe médica eventualmente descobriu que o inchaço provocado no cérebro foi causado por uma rara condição clínica chamada de síndrome da encefalopatia reversível posterior (PRES, na sigla em inglês).

Conforme um artigo da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a síndrome de PRES é uma “alteração clínica-radiológica caracterizada como cefaleia, convulsão, alteração visual e do estado mental, comumente associada a diversas causas, tais como encefalopatia hipertensiva, insuficiência renal, uso de imunossupressores e doenças autoimunes”.

Scott recebeu alta alguns dias depois, mas seu processo de reabilitação e recuperação ainda está em andamento, nos estágios iniciais. De acordo com os médicos que acompanham o caso, o norte-americano precisará de muita atenção e cuidados especiais.

“Ele precisou recuperar as forças e agora vai precisar de supervisão 24 horas por dia porque seu cérebro passou por muita coisa. Ele tem que retreinar o próprio cérebro”, informou uma enfermeira do Hospital Metodista.

Os filhos de Scott estão se organizando para cuidar do pai da melhor forma possível. Além dos cuidados com o pai, eles também terão que arcar com a inchada despesa médica do ex-locutor.

Leia tambémEstudante supera paralisia cerebral e faz mestrado em Psicologia

De modo a arrecadar fundos para a quitação da dívida, eles criaram uma ‘vaquinha online’, que você pode acessar aqui. Até o presente momento, a família de Scott arrecadou US$ 4.330 (R$ 16.500), para uma meta estipulada de US$ 25.000 (R$ 95.500).

Scott diz que o trauma fortaleceu sua fé. “Eu não sou o cara mais religioso do mundo e não vou à igreja todos os domingos, mas o que aconteceu comigo não tem outra explicação, foi um

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Veja

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar