Em vídeo emocionante, jovem com paralisia nas pernas volta a andar

Vítima de erro médico, a estudante de fisioterapia publica vídeo em que volta a andar e emociona internautas.


Em vídeo emocionante, jovem com paralisia nas pernas volta a andar
PUBLICIDADE ANUNCIE

“Parece que eu bebi a noite inteira, não é? Mas peguem leve, são 5 anos sem saber o que é andar”, escreveu bem-humorada a estudante de fisioterapia e botafoguense roxa, Raquel Guimarães, 25 anos, de Bangu (RJ), ao publicar o emocionante vídeo dela voltando a andar.

Vítima de um erro médico, Raquel perdeu os movimentos das pernas há 5 anos e, desde então, faz longas sessões de fisioterapia, além de hidroterapia, para alcançar o resultado que tanto sonhou: caminhar novamente!

“Passei por oito ortopedistas e só um disse que, talvez, eu pudesse voltar a andar. Realizei cirurgia nas duas pernas no Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia), colocando um fixador externo”, explicou.

jovem que voltou a andar após cirurgia nas pernas
Raquel voltou a andar depois de 5 anos. Foto: Arquivo Pessoal

Ela contou que quando deu os primeiros passos, não acreditou no que tinha acontecido, mas, depois que tentou novamente, se deu conta de que estava voltando a andar! Raquel não conteve a emoção, foi choro na certa!

“Hoje, ando muito melhor, todo dia ando um pouco aqui em casa e tento soltar as mãos, tenho mais equilíbrio. A única parte da minha casa que é adaptada é o meu banheiro, pois eu queria ser mais independente”, disse.

Sobre e repercussão do vídeo, ela disse que ficou surpresa, ainda mais por ser um vídeo curtinho.

“Estava chegando da festa de 15 anos da minha prima e como eu estava arrumada, falei: mãe, grava aí porque estou tão bonita com esse vestido (risos). Foi tudo muito espontâneo, ninguém esperava”, contou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Raquel Guimarães (@botafogo_raquel) em

PUBLICIDADE ANUNCIE

Vítima de erro médico

Raquel perdeu os movimentos das pernas em 2014 após uma cirurgia bariátrica. Ela começou a sentir um formigamento e dormência nas pernas e, então, iniciou a batalha pela a sua saúde.

“Em 2016, uma forte anemia fez ela perder muito peso, descobrimos que na cirurgia bariátrica o médico tinha apertado demais o grampo no estômago. Ela vivia internada”, relatou a mãe, Valdirene Guimarães.

jovem que voltou a andar em UTI após cirurgia bariátrica
Raquel foi vítima de erro médico que a fez perder os movimentos das pernas. Foto: Arquivo Pessoal

O caminho para ela voltar a dar seus primeiros passos foi longo!

“MUITA fisioterapia, todos os dias, 5 horas direto além de hidroterapia e aparelhos para enrijecer a musculatura”, contou.

Os próximos passos!

Raquel estava no 5º período do curso de fisioterapia quando deu a pausa para a cirurgia. Ela tinha certeza que voltaria para a universidade depois da cirurgia. Porém, as complicações adiaram o seu retorno à sala de aula.

“O médico me deu o prazo de 6 meses a 1 ano para voltar e, talvez, seja para buscar a minha alta. As palavras dele não saem da minha cabeça e creio que vou me cobrar mais ainda para receber a tão sonhada alta.”

E, como uma botafoguense roxa, quer voltar a assistir o seu time das arquibancadas de pé!

“Quero voltar para a faculdade e ajudar as pessoas. Não tenho raiva, não guardo rancor e nem nada… mas, quero que os responsáveis sejam unidos para que não façam com mais ninguém.”

jovem que voltou a andar com muleta e camiseta do seu time botafogo
Seu sonho é torcer de pé pelo Botafogo nas arquibancadas! Foto: Arquivo Pessoal

Ah, e tem livro vindo aí! Uma professora de um colégio onde ela estudou está produzindo um livro para contar a sua história.

“O nome será ‘Caminhando nas estrelas’, quis colocar algo do meu time que me dá um apoio enorme também.”

jovem que voltou a andar no quarto com a parede pintada pela brasão do time botafogo
Botafogunese roxa, sempre recebeu apoio do time! Foto: Arquivo Pessoal

Que história, Raquel, desejamos de coração muita energia nos seus próximos passos!

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Em vídeo emocionante, jovem com paralisia nas pernas volta a andar 1

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar