Menino que cata latinhas para competir conquista medalha em torneio


Menino que catava latinhas para competir vence campeonato paulista de Judô
PUBLICIDADE ANUNCIE

O judoca Victor Ariel, apelidado de “Cobrinha”, conquistou a medalha de bronze no Campeonato Paulista de Judô, realizado no sábado passado (8), em São Carlos, no interior de São Paulo.

O garoto de 11 anos chama a atenção por sua história de superação. Victor mora no núcleo Chácaras Mogiano, no bairro de Boraceia, em Bertioga, e há três anos participa do Projeto Boraceia. Quando não está treinando ou estudando, ele sai às ruas para catar latinhas e juntar algum dinheiro para se inscrever em campeonatos.

No início deste ano, Cobrinha competiu profissionalmente na Copa SP ao lado de outros 60 atletas pela categoria sub-13 (Super Ligeiro) e com outros 20 atletas na final do Campeonato Paulista.

Alexandre Lima, professor do garoto, conta que é um admirador do atleta e de sua história, buscando incentivá-lo a permanecer no esporte. “Ele vive no bairro mais carente da cidade, com condições extremamente difíceis, a mãe trabalha o dia todo para sustentar a família, o pai teve uma morte trágica há alguns anos”, escreveu o treinador nas redes sociais.

Menino que catava latinhas para competir vence campeonato paulista de Judô

Ao lado do judoca Renato Thomaz Silva, Cobrinha foi campeão da repescagem e ambos levaram a medalha de bronze para casa. O ouro foi para Lucas Antunes e a prata para Lucas Rafael de Oliveira Macedo.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Com o terceiro lugar, Victor garantiu uma vaga para o Campeonato Sul Brasileiro, em Curitiba, a ser realizado no segundo semestre deste ano, com data a definir.

Projeto Judô Clube Bertioga

O Judô Clube Bertioga é realizado pela Prefeitura de Bertioga e atente 200 alunos, por meio de parcerias com o Projeto Boracéia; com a Emeif José Carlos Buzinaro, através do Centro Comunitário de Guaratuba; e do projeto Judô Ativo, oferecido pelo Infap (Instituto de Formação e Ação Política) na Vila do Bem, bairro Chácaras.

Leia também: Mulher que recolhia latinhas se torna coordenadora de curso EAD

“O Centro Comunitário de Guaratuba, entidade filiada a Federação Paulista de Judô e Confederação Brasileira de Judô, permite aos alunos a participação nas disputas oficiais”, conta o professor e coordenador do projeto, Alexandre Lima.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Costa Norte/Foto: Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar