Menina com próteses duplas estreia na passarela da NY Fashion Week

Daisy-May Demetre, 9 anos, está pronta para fazer história na passarela da New York Fashion Week.


menina modelo próteses pernas
PUBLICIDADE ANUNCIE

A estudante e aspirante a modelo britânica Daisy-May Demetre, 9 anos, está preparada para fazer história na indústria da moda após se tornar a primeira criança com membro amputado a ser convidada para desfilar profissionalmente na passarela da New York Fashion Week, uma das principais semanas de moda do mundo.

Escolhida a dedo pela Lulu et Gigi Couture, Daisy-May é a ‘garota-inspiração’ da marca após sua fundadora a conhecer em um evento em Londres, na Inglaterra.

Ajuda para universitária que ficou tetraplégica perto de se formar

A pequena irá estrear na New York Fashion Week no próximo domingo, 8 de setembro. Em outubro, também irá desfilar na Paris Fashion Week.

Hemimelia fibular

Quando bebê, Daisy-May precisou ter as pernas amputadas devido à hemimelia fibular, malformação congênita caracterizada pela ausência parcial ou completa da fíbula da perna.

bebê malformação pernas

Alex e Claire Demetre, pais da modelo-prodígio, tiveram que escolher entre deixar a filha crescer com pés deformados ou permitir que os médicos realizassem uma amputação dupla.

Na esperança de que um par de próteses proporcionasse uma melhor qualidade de vida para a pequena, seus pais decidiram pelo procedimento cirúrgico quando ela tinha apenas 18 meses de idade.

Leia também:

Modelo do maior catálogo de roupas da Grã-Bretanha

Alex e Claire jamais imaginaram que a filha se tornaria uma modelo do Boden, o maior catálogo de roupas da Grã-Bretanha. “Naquela época, eu estava bem isolado – tinha um problema com bebida e era viciado em jogos. Tudo mudou – e isso graças ao grande sorriso no rosto dela. Ela me motiva e eu a motivo”, contou o pai.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Em um certo dia de folga, seu pai assistiu um programa de TV da Zebedee Management, uma agência de modelos que lança crianças com deficiência em campanhas publicitárias e entrou em contato. Era a grande chance de Daisy-May modelar.

menina modelo próteses pernas

Antes de representar a Lulu et Gigi na London Kids Fashion Week, a menina trabalhou em campanhas para a Nike e a Matalan.

Sua ascensão, desde então, tem sido meteórica, com diversas marcas interessadas em lançá-la em projetos de modelagem, anúncios e campanhas multimídia de publicidade.

Ajuda para universitária que ficou tetraplégica perto de se formar

“Linda e perfeita”

“Para mim, uma criança é uma criança e, portanto, é linda e perfeita”, afirma o fundador da Lulu et Gigi, Eni Hegedűs-Buiron.

Alex não poderia estar mais orgulhoso da filha: “[Daisy] estará fazendo história. É bom que ela seja a primeira, mas, daqui para frente, queremos que crianças amputadas estejam modelando nesses shows o tempo todo”.

menina modelo próteses pernas

“A deficiência não a impede; definitivamente não para Daisy. Ela é mais apta do que a maioria dos homens adultos que eu conheço.”

“Mas a modelagem não a define, é apenas uma parte do que faz”, acrescentou. “Ela só mostra Daisy, do jeito que ela vive a vida com um sorriso no rosto”, concluiu.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: SNB/Fotos: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar