Vítima de grave acidente mobiliza internet para realizar sonho de casar


Vítima de grave acidente mobiliza internet para realizar sonho de casar
PUBLICIDADE ANUNCIE

Nádia Guerra sofreu um grave acidente de carro há treze anos que lhe deixou paraplégica. Ela expôs sua história de vida nas redes sociais, gerando grande repercussão que chegou aos ouvidos de alguns empresários do ramo de eventos, que decidiram ajudá-la a concretizar seu grande sonho: se casar.

O relato de Nádia também chamou a atenção dos agentes de trânsito de Palmas, que se uniram para fazer a escolta da noiva até o evento, que aconteceu no domingo, 27, na Estância Machado, na capital tocantinense.

A noiva se disse surpresa com a boa vontade dos agentes de trânsito e os agradeceu, lembrando da importância desses profissionais no salvamento de vidas. “Os agentes de trânsito muitas vezes não são tão valorizados e esquecemos a importância dessa categoria para a preservação de vidas.”

Clesbiane Silva, uma das agentes de trânsito responsáveis pela mobilização de seus pares na escolta da noiva conta que conheceu a história de Nádia pelo Instagram, e tocada pelo que viu, decidiu ajudar de alguma forma e demonstrar compaixão e solidariedade.

A agente lembrou, no entanto, que casos como o de Nádia, que sobreviveu a um grave acidente automobilístico, nem sempre possuem um final feliz. “Infelizmente, mesmo com as campanhas educativas e de conscientização, nem sempre conseguimos evitar que eventuais acidentes aconteçam. Daí, a necessidade das pessoas seguirem as recomendações, como usar o cinto de segurança, respeitar o limite de velocidade, não beber e dirigir, dentre outros”.

Vítima de grave acidente mobiliza internet para realizar sonho de casar
Nádia se casou no último domingo, em Palmas (TO). Foto: Lucas Estevão / Reprodução

Superação

A vida de Nádia Guerra mudou para sempre no dia 18 de maio de 2006, quando foi vítima de um acidente de trânsito em Eldorado dos Carajás, no Pará. O acidente a deixou paraplégica.

PUBLICIDADE ANUNCIE

O trauma não abalou o desejo e a força de vontade da moça, que aprendeu a conviver com as dificuldades motoras ao longo dos anos, ao passo de que o seu psicológico permaneceu saudável.

Leia tambémEstudante paraplégico de odontologia é exemplo de superação e inspiração entre colegas

Durante a cerimônia de casamento, a noiva relembrou o fatídico dia do acidente. “Há treze anos sofri um acidente automobilístico que me deixou paraplégica. Tive uma lesão na coluna que foi agravada porque eu estava sem o cinto de segurança”.

Vítima de grave acidente mobiliza internet para realizar sonho de casar
O grande sonho de Nádia era poder se casar. Foto: Lucas Estevão / Reprodução

Nádia casou-se com Metehan Cakmak, que nasceu na Turquia, mas que vive no Brasil há algum tempo. Ela tem uma filha de quatro anos do primeiro casamento.

Leia tambémMenina de 6 anos cuida de pai paraplégico e emociona a internet

Seu agora esposo também foi vítima de um acidente de trânsito no passado que o deixou com mobilidade reduzida. Eles ficaram noivos em dezembro de 2018, não tardando para casar com a ajuda e mobilização promovida pelas redes sociais.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: T1 Notícias

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar