Supermercado doa alimentos que seriam jogados no lixo por outros estabelecimentos

A quantidade de alimentos desperdiçados no mundo inteiro seria suficiente para acabar com o problema da fome no planeta, segundo dados da FAO, agência da ONU para a Alimentação e a Agricultura.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde 2010, o supermercado Free Store, em Wellington, na Nova Zelândia, faz sua parte para combater esse problema. Ele oferece de graça produtos que estavam à venda em supermercados, padarias e cafés da região, mas que não foram vendidos – e que fatalmente iriam para o lixo.

As doações são coletadas pela sua idealizadora, a artista Kim Paton. A princípio, o projeto duraria apenas duas semanas, como forma de conscientização da quantidade de comida boa (!) que desperdiçamos todos os dias, mas o projeto beneficiou tantas pessoas que continua até hoje.

Os principais clientes do supermercado são moradores em situação de rua, desempregados, refugiados, estudantes e ex-detentos, que saíram recentemente da prisão. “Não há nenhum pré-requisito de quem pode ‘comprar’. Qualquer pessoa, por qualquer razão, que não nos interessa, pode pegar o que quiser”, explicou o co-fundador da iniciativa, Benjamin Johnson, em entrevista à Yes Magazine.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Num único final de semana, o Free Store chega a disponibilizar de 800 a 1.500 itens gratuitamente para quem precisa. A loja fica aberta das 18h às 19h. Pode parecer pouco tempo, mas é o suficiente para dar um destino nobre a alimentos em boas condições que iriam para o lixo.

O melhor de tudo é que outras cidades do país estão tentando replicar o modelo. “Tudo o que você precisa é de um espaço físico, fornecedores gratuitos de alimento e voluntários para organização das doações”, afirma Benjamin.

Leia também: Mercadinho em Pernambuco tem prateleira com alimentos para quem tem fome

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações do FoodNews e The Greenest Post

fotos: reprodução Facebook/The Free Store, Wellington

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,854SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Gatinha que teve orelhas cortadas ganha versão de crochê e um lar novo

Uma gatinha resgatada das ruas passou por uma delicada cirurgia de retirada das orelhas após uma infecção aguda destruir seu sistema auditivo. Lady foi acolhida...

Descuido de médico com nome social de mulher trans vira linda lição de empatia

O médico pergunta se ela já melhorou da dor e Yasmin diz: “Eu to melhor é da minha dignidade, doutor. Eu fui muito bem tratada, mas achei o olhar do senhor triste. E dizem que os olhos são o espelho da alma. Posso dar um abraço no senhor?”

Após 63 anos, namorados no colégio se reencontram e se casam; assista

Annette e Bob voltaram a conversar quase por acaso ao descobrirem o número de telefone um do outro.

Repórter adota cãozinho que não parava de abraçá-lo durante reportagem

Esse doguinho literalmente escolheu seu novo tutor! Geralmente é o contrário, né, não para esse Caramelo, que deu um abraço dengoso no repórter e...

Abatido e “de luto”, médico pede testes com substância que pode combater o câncer

Na quinta-feira (1/10), antes de um encontro com parlamentares em Araraquara, no interior de São Paulo, o médico e pesquisador Renato Meneguelo comentou o...

Instagram

Supermercado doa alimentos que seriam jogados no lixo por outros estabelecimentos 3