Primeiro estudante surdocego se forma na UnB e é licenciado em Libras

Uma conquista como a do Iury Moraes precisa ser comemorada e compartilhada. O jovem de 26 anos é surdocego e, mesmo com diversos obstáculos, conseguiu se formar em Letras, com licenciatura em Libras!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

surdocego se forma em letras

Por causa da pandemia, Iury não teve festa de formatura. O registro foi feito na sala de casa, onde ele mostra com muito orgulho o canudo que recebeu da mãe, Elemregina Moraes.

O jovem nasceu com catarata e surdez profunda congênita e ingressou no curso de Letras, em 2016. Ele também foi o primeiro estudante surdocego a entrar na Universidade de Brasília (UNB).

Iury e a mãe comemorando o diploma

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Arthur também é um menino incrível. Ele sonha em ser astrônomo e para conseguir comprar seu telescópio, vende empadas todos os dias. Contribua para a vaquinha dele!

Iury sempre estudou em escolas públicas de Brasília. Muitos dos seus colegas de classe, inclusive, não tinham nenhum tipo de limitação para audição e fala.

Ele diz que é importante ter pessoas com deficiência estudando em escolas regulares, pois isso força as instituições a promoverem políticas de acessibilidade e inclusão.

A diretora do Instituto de Letras da UnB, Rosana Rigota, conta que ter Iury entre os alunos trouxe alguns desafios para a instituição.

Iury se formou em licenciatura em Língua Brasileira de Sinais (Libras) e português como segunda língua. Hoje, cerca de 30 surdos, três deles surdocegos, estudam no Instituto de Letras da UnB.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E Iury não quer parar por aqui. Agora que já tem seu diploma, ele quer fazer mestrado e doutorado. E quando alguém o pergunta sobre as dificuldades e se ele desistiria, a resposta é direta e firme: “nunca”.

É isso aí Iury! Parabéns pela conquista e não desista!

Para entender

Surdocegueira é uma deficiência que apresenta perdas auditivas e visuais simultaneamente e em diferentes graus. Ser surdocego não se trata da quantidade de visão e audição que a pessoa tem e sim, sobre o impacto combinado de ter mais de um comprometimento sensorial. Cada pessoa tem seu grau de perda auditiva e visual.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conheça também a história do Arthur! Ele sonha em ser astrônomo e vende empadas para conseguir comprar seu primeiro telescópio! Faça a sua contribuição para a vaquinha!

FONTE: O Tempo

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,765,320SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Policial dá moradia e emprego para família que vivia em um matagal em condições sub-humanas

A missão de um policial é proteger a sociedade, antes de tudo, mas ninguém leva tão à risca esse lema como o tenente Agenor,...

Corredor de ultramaratona adota cachorrinha que correu com ele 123 quilômetros

O ultramaratonista Dion Leonard ganhou a companhia de uma cachorrinha enquanto corria a ultramaratona de 250 km no deserto de Gobi, na China. A...

Catador que estudava com livros doados é aprovado em 2º lugar em curso de Medicina

Estudando com livros doados, o catador de recicláveis, Joel Silva, de 22 anos, foi aprovado em 2º lugar no curso de Medicina da Universidade...

Ela largou o emprego fixo para seguir o sonho de ser costureira

A Bruna Yumi entendeu que o tempo passa e não dá pra perder tempo fazendo o que não gosta e hoje costura seu próprio caminho.

Empresa vai doar 15 mil pares de meia para moradores em situação de rua na Califórnia

Os pares de meias são suficientemente duráveis e quentes para os desabrigados resistirem ao frio.

Instagram