Bares e restaurantes brasileiros começam a abrir espaço para a gastronomia sustentável

De olho na tendência de comportamento dos consumidores, a gastronomia brasileira se renova com a preocupação por uma estrutura mais sustentável.


bares e restaurantes abrem espaço gastronomia sustentável
PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma das metas elaboradas pela ONU para proteger o planeta é assegurar o consumo sustentável até 2030. Para isso, muitas organizações, empresas e nós, enquanto cidadãos, precisamos mudar hábitos em nosso estilo de vida com urgência, afinal, pensar sobre sustentabilidade é um caminho sem volta em todos os setores. Alguns bares e restaurantes já estão se dando conta deste movimento, implementando práticas sustentáveis e atraindo muitos consumidores que também valorizam a defesa do meio ambiente.

Leia também: Chefs renomados apoiam curso de capacitação profissional de pessoas em vulnerabilidade social

Dessa forma, além de economizar e evitar desperdícios, os estabelecimentos podem lucrar mais ao oferecer um serviço com mais propósito para seus clientes. Entre as ações que precisam ser tomadas para que os lugares sejam considerados sustentáveis estão o gerenciamento da água, gás, energia, a diminuição de resíduos, o cuidado com o desperdício de alimentos, a compra direta de produtores orgânicos, entre várias outras estratégias. Tudo isso reflete na transformação da gestão, logística e, claro, no próprio cardápio.

Listamos alguns exemplos pelo Brasil onde a gastronomia sustentável já é uma realidade. Veja só:

Nome: Eco House

O que é: Restaurante e espaço de eventos

Onde fica: São Paulo

Principais ações para ser sustentável: Fazem a gestão, tratamento e reaproveitamento da água da chuva. Na pista de dança, contam com uma tecnologia que gera parte da energia elétrica e a iluminação é econômica e natural. Na cozinha, procuram montar cardápios com alimentos orgânicos e/ou de fornecedores certificados e aproveitam 100% dos produtos, sejam eles legumes, verduras ou carnes.

Nome: Natural da Mata

O que é: Empresa de alimentação

Onde atua: Parque das Neblinas, na reserva ambiental do Instituto Ecofuturo, entre os municípios de Bertioga e Mogi das Cruzes.

Principais ações para ser sustentável: Os pratos são feitos com espécies da Mata Atlântica, originadas de manejo sustentável, para conscientizar sobre a importância da preservação ambiental. Também fazem coleta seletiva e descarte correto de dejetos e do óleo, que é doado a um grupo de escoteiros que vende o produto em troca de uniformes para crianças.

Nome: O Navegador

O que é: Restaurante

Onde fica: Rio de Janeiro

PUBLICIDADE ANUNCIE

Principais ações para ser sustentável: Preferem pequenos produtores como fornecedores para ajudar a preservar do meio ambiente e diminuir o êxodo rural, assim como priorizar alimentos orgânicos e autorizados.

Nome: Tubaína

O que é: Bar

Onde fica: São Paulo

Principais ações para ser sustentável: É o primeiro bar de São Paulo a receber o Selo Restaurante Sustentável, pelo cuidado com os ingredientes e a origem dos fornecedores. Utilizam produtos que economizam energia, como sensores de iluminação e lâmpadas de LED, captam a água da chuva e contam com diversas opções de refeições veganas e vegetarianas no cardápio.

Nome: Origem

O que é: Restaurante

Onde fica: Florianópolis

Principais ações para ser sustentável: Para a lavagem da louça, utilizam redes de pesca descartáveis, que viraram uma nova versão de esponja. Para vedar potes com alimentos, ao invés do plástico-fio, usam silicone reutilizável. No delivery, mandam a comida em potes de vidro e se os clientes devolverem os potes, ainda levam dinheiro de volta. Também transformam em compostagem a matéria orgânica.

Nome: Casa Guandu

O que é: Café e Restaurante

Onde fica: Porto Alegre

Principais ações para ser sustentável: Aproveitam de forma integral os alimentos, minimizando o desperdício na produção de pratos elaborados. Tem uma composteira no local e o restante dos resíduos é destinado a uma empresa terceirizada, que transforma tudo em adubo. O lixo reciclável é encaminhado a uma cooperativa.

E você? Já foi em algum destes lugares ou conhece outras iniciativas de gastronomia sustentável? Conte pra gente! E não esqueça de fazer a sua parte, contribuindo para a economia local, sempre que possível, e evitando ao máximo o desperdício de recursos na sua casa também.

Leia também:

[Nota da Redação]

Esse conteúdo faz parte de um canal especial co-criado em parceria com a Electrolux para falarmos sobre gastronomia sustentável, acesse todas as matérias aqui.

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar