Fundo filantrópico arrecada recursos para ajudar na recuperação de Brumadinho

O ‘PróBrumadinho’ pretende arrecadar recursos para apoiar na recuperação e desenvolvimento sustentável de Brumadinho.


fundo filantrópico arrecada recursos reconstrução brumadinho
PUBLICIDADE ANUNCIE

A plataforma multicultural MECA, realizadora do festival MECAInhotim, em Brumadinho (MG), e a SITAWI Finanças do Bem, organização sem fins lucrativos gestora de recursos filantrópicos, se uniram para criar o fundo PróBrumadinho.

O objetivo é arrecadar a maior quantidade possível de recursos para apoiar na recuperação e desenvolvimento sustentável de Brumadinho, arrasada pela lama de rejeitos de minério de uma barragem da Vale. O montante arrecadado (www.probrumadinho.org) será destinado para ações que promovam impactos positivos nas áreas social, econômica, ambiental e cultural da região.

Leia também: Bombeiros de Brumadinho embarcam para ajudar vítimas de ciclone em Moçambique

“Brumadinho recebe o nosso principal festival há 5 anos para uma grande celebração de cultura, música, arte e conhecimento. A cidade nos acolheu e cresceu junto com a gente, desenvolvendo organicamente o turismo e a economia local. Faz todo o sentido o MECA usar toda a sua força de conectar pessoas e marcas, com a nossa experiência e inteligência de negócios, para ajudar a acelerar a recuperação da região”, afirma Rodrigo Santanna, fundador do MECA e primeiro doador pessoa física do fundo.

A primeira empresa a apoiar o fundo filantrópico PróBrumadinho é a marca fashion carioca FARM. Taciana Abreu, head de marketing da empresa, acredita que a iniciativa será importante para a reconstrução de Brumadinho. “A FARM esteve pela primeira vez em Brumadinho através do MECAInhotim, festival que apoiamos durante dois anos. Conhecemos e acreditamos no potencial articular do MECA e na sua vontade de recuperar a região. Não poderíamos deixar de apoiar este projeto.”

fundo filantrópico arrecada recursos reconstrução brumadinho
Rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, da Vale, deixou Brumadinho debaixo da lama

Além disso, a SOS Mata Atlântica é uma das primeiras parcerias da iniciativa com a divulgação de informações e análises técnicas sobre o impacto do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão na região de Brumadinho. O Fundo Filantrópico também conta com a parceira da rede de empresários locais para melhor entendimento das necessidades da região.

PUBLICIDADE ANUNCIE

MECAInhotim em Brumadinho

Desde 2015, o festival MECAInhotim entrou para o calendário oficial de Brumadinho, movimentando a economia da cidade com a chegada de milhares pessoas que utilizam serviços locais como hospedagem, transporte, alimentação e atividades turísticas. Diante da tragédia do rompimento da barragem que afetou a região, o MECA acredita que manter a produção do festival, confirmado para os dias 17 a 19 de maio, será ainda mais importante para a recuperação econômica, social e cultural da comunidade.

Além do envolvimento direto com a produção do festival MECAInhotim, o MECA assume um papel ativo na co-criação do Fundo PróBrumadinho e na conexão de uma rede de pessoas, artistas e marcas para a arrecadação de recursos em prol da comunidade afetada pelo rompimento da barragem. A pauta de sustentabilidade econômica, ambiental, social e cultural com foco em Brumadinho (MG) também será destaque na curadoria de palestras, workshops e exibições durante a programação do festival. Outros projetos ao longo do ano também estão sendo considerados.

MECA

O MECA está doando 100% do seu trabalho para o fundo PróBrumadinho, sem qualquer tipo de remuneração, e será a interface presencial e ativa da iniciativa filantrópica na região de Brumadinho.

SITAWI Finanças do Bem

Premiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, a SITAWI Finanças do Bem será a responsável pela administração dos recursos arrecadados pelo Fundo PróBrumadinho.

Leia também: Electrolux e parceiros querem ensinar 30 mil crianças sobre alimentação sustentável em 2019

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

crédito da foto: Rodney Costa/Getty Images (enviada pela assessoria)

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar