Tailandesa proibida de estudar por não ter braços hoje é professora e advogada

Algumas vezes a vida nos propões desafios difíceis de serem superados, mas algumas pessoas parecem que vêm ao mundo com o objetivo de inspirar os outros e mostrar que, sim, é possível vencer, como a tailandesa, Patcharamon Sawana, que nasceu sem os 2 braços e foi impedida de estudar quando era criança, mas hoje é professora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tailandesa proibida de estudar por não ter braços hoje é professora e advogada 2

Relacionado: Aluno com deficiência faz depoimento emocionado ao professor que adaptou equipamentos para ele

Patcharamon, começou a estudar somente quando tinha 20 anos. Isso porque, nenhum colégio de sua província queria aceitá-la como aluna, por causa de sua deficiência. Mostrando que ela pode e consegue, ela não somente se formou, como hoje é professora, e, utiliza os pés para escrever no quadro negro, surpreendendo seus alunos e todos que um dia duvidaram de sua capacidade.

Antigamente, era contra a lei crianças deficientes estudarem em escolas comuns e, somente depois que a lei mudou, ela conseguiu se matricular em uma escola. Hoje, ela acabou de se formar em direito e em entrevista à BBC, diz que nunca esquecerá seu primeiro dia de trabalho: “Ainda me lembro do meu primeiro dia de trabalho. Meus alunos ficaram espantados em me ver usando meu pé para escrever no quadro negro”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O objetivo da tailandesa é romper com as normas sociais e fazer o que ela quiser, não o que os outros dizem que é o certo: “Não queria que os outros ditassem o que eu poderia ou não poderia fazer porque sou deficiente. Quero romper com a norma social que os outros criaram para quem tem algum tipo de deficiência”.

No momento, ela está se preparando para prestar o exame de habilitação que permitirá que ela exerça a profissão de advogada e diz que pretende pagar suas contas e sustentar sua família, com o seu salário. Que história maravilhosa! Assista abaixo a reportagem feita pela rede BBC:

Com informações de BBC

Foto: reprodução vídeo BBC

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,738SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem muçulmano posta no Twitter como seu colega de trabalho judeu o trata todos os dias

Para muitos de nós, trabalhar ao lado de alguém que mal conhecemos pode ser um desafio. Porém, à medida que o tempo passa e...

SOS Manaus: vaquinha do Razões já arrecadou quase R$ 400 mil em menos de 24 horas

2020 acabou, mas a pandemia ainda não foi embora. Em Manaus, região norte do Brasil, a situação está cada vez mais tensa. Com os...

Mãe ainda amamenta aos 46 anos, depois de 22 bebês: “Família normal com mais filhos que o normal”

Aos 46 anos e amamentando seu 22º bebê, Sue Sadford, dona da maior família de toda a Grã-Bretanha, afirmou que finalmente "está pronta para...

Hackaball: um computador que você pode jogar

Arremessar um computador é geralmente desaprovado e algo que você nunca deve fazer - até agora. Conheça a Hackaball, uma bola inteligente e sensível feita para as crianças...

Baiana filha de diarista passa em seletiva do Bolshoi e família tenta juntar dinheiro para viagem

Aspirante à bailarina, a pequena Lígia Pires, 9 anos, passou em uma seletiva regional da prestigiada Escola do Teatro Bolshoi e agora seus familiares tentam...

Instagram

Tailandesa proibida de estudar por não ter braços hoje é professora e advogada 4