Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para abandonar sacolas plásticas

A Tailândia proibiu no dia 1º de janeiro a produção e distribuição de sacolas plásticas em supermercados e atacados do país.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Antes mesmo da medida entrar em vigor, a população mudou radicalmente seus hábitos de compra, utilizando camisas, malas, cestos e até baldes para levar suas compras para casa.

Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para substituir sacolas plásticas

Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para substituir sacolas de plástico

Outros consumidores, mais criativos, foram fotografados com carrinhos de mão, redes de pesca e até sacos biodegradáveis enormes, que aguentam dezenas de quilos de uma só vez.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

O parlamento tailandês aprovou uma lei que impede que as redes varejistas e atacadistas ofereçam aos clientes as sacolas plásticas de uso único. Até 2021, elas não serão toleradas em nenhuma loja, inclusive padarias e mercearias.

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

A medida tem inspirado a população a reutilizar itens domésticos para suas tarefas, o que é indiscutivelmente melhor para o meio ambiente do que usar uma sacola plástica que leva centenas de anos para ser decomposta.

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa tendência pró-meio ambiente está inundando as redes sociais do país asiático, em grande parte graças à população mais jovem e engajada da Tailândia.

Leia também: Carrefour substitui sacolas plásticas por redes de algodão na compra de frutas e verduras

Um outro segmento do público tem adquirido sacos de algodão para armazenar suas compras, que são bem mais ecológicos. Essa conscientização acelerada contribui para a redução da poluição e enfraquece a indústria do plástico local. O planeta agradece! 🙏

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A iniciativa tailandesa está inspirando outros lugares mundo afora, como a Cidade do México e seus 20 milhões de habitantes, que aprovou a proibição das sacolas plásticas de uso único no início deste ano.

O governo local deseja resgatar o uso dos sacos tradicionais de algodão, palha e papel, comuns até vinte anos atrás. “Temos uma história muito rica em maneiras de embrulhar as coisas”, disse Claudia Hernández, diretora de conscientização ambiental da cidade, à Associated Press.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: The Verge/Fotos: Reprodução/Twitter

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,452,816SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai leva cachorro errado para casa e demora para descobrir

E o cãozinho "errado" achou mesmo que estava na casa dele: livre, leve e solto.

Mulher adota cãozinho em estado terminal para garatir que seus últimos dias sejam muito felizes

Chester vivia no abrigo Animal Ark Rescue. Até aí, tudo bem. Porém, recentemente, ele descobriu que estava com câncer em estado terminal. A jovem mãe Nicole Elliot, de Columbus...

Sorveteria faz sorvete para menino com alergia à proteína do leite

“Ele tá realizado! Feliz e passou a vontade.”

Restaurante em Israel dá 50% de desconto para árabes e judeus que comerem na mesma mesa

O café Humus Bar oferece um desconto de 50% e outras vantagens para mesas compartilhadas por israelenses e árabes. “Conosco, não há árabes. Mas também...

Seleção da Alemanha não jogará mais em países que discriminam mulheres

Em mais um passo rumo à equidade de gênero, a seleção alemã de futebol divulgou que não irá mais jogar em países onde mulheres são...

Instagram