Início Meio Ambiente Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para abandonar sacolas plásticas

Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para abandonar sacolas plásticas

A Tailândia proibiu no dia 1º de janeiro a produção e distribuição de sacolas plásticas em supermercados e atacados do país.

Antes mesmo da medida entrar em vigor, a população mudou radicalmente seus hábitos de compra, utilizando camisas, malas, cestos e até baldes para levar suas compras para casa.

Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para substituir sacolas plásticas

Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para substituir sacolas de plástico

Outros consumidores, mais criativos, foram fotografados com carrinhos de mão, redes de pesca e até sacos biodegradáveis enormes, que aguentam dezenas de quilos de uma só vez.

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

O parlamento tailandês aprovou uma lei que impede que as redes varejistas e atacadistas ofereçam aos clientes as sacolas plásticas de uso único. Até 2021, elas não serão toleradas em nenhuma loja, inclusive padarias e mercearias.

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

A medida tem inspirado a população a reutilizar itens domésticos para suas tarefas, o que é indiscutivelmente melhor para o meio ambiente do que usar uma sacola plástica que leva centenas de anos para ser decomposta.

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

Essa tendência pró-meio ambiente está inundando as redes sociais do país asiático, em grande parte graças à população mais jovem e engajada da Tailândia.

Leia também: Carrefour substitui sacolas plásticas por redes de algodão na compra de frutas e verduras

Um outro segmento do público tem adquirido sacos de algodão para armazenar suas compras, que são bem mais ecológicos. Essa conscientização acelerada contribui para a redução da poluição e enfraquece a indústria do plástico local. O planeta agradece! 🙏

tailandeses substituem sacolas plásticas após proibição

A iniciativa tailandesa está inspirando outros lugares mundo afora, como a Cidade do México e seus 20 milhões de habitantes, que aprovou a proibição das sacolas plásticas de uso único no início deste ano.

O governo local deseja resgatar o uso dos sacos tradicionais de algodão, palha e papel, comuns até vinte anos atrás. “Temos uma história muito rica em maneiras de embrulhar as coisas”, disse Claudia Hernández, diretora de conscientização ambiental da cidade, à Associated Press.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: The Verge/Fotos: Reprodução/Twitter

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

980,127FãsCurtir
1,668,751SeguidoresSeguir
8,183SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Médico faz desenhos em curativos de crianças após cirurgias

O cirurgião pediátrico Robert Parry sempre tira um momento após uma cirurgia para garantir que uma cicatriz não seja a única lembrança duradoura do...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Passarinho deficiente ganha sapatinhos ortopédicos para caminhar sem dor

Um passarinho com deficiência foi resgatado pela equipe da ONG norte-americana California Wildlife Center (CWC) enquanto perambulava com bastante dificuldade pelas ruas. O pequeno nasceu...

Fotógrafo capta momento em que esquilo cheira flor amarela e imagem viraliza

As fotos foram publicadas no Instagram e Facebook há quase dois meses, mas só agora viralizaram na internet.

Policial dá banho em cachorro que desmaiou de calor nas ruas de Joinville

"Tenha certeza de que este cãozinho ficou muito grato por você ter ajudado”, comentou um internauta.

Instagram