Evento no RJ oferece de graça 250 tattos que alertam sobre doenças e alergias

A cidade do Rio de Janeiro vai receber a maior convenção de tatuagens do mundo – a Tattoo Week – no Centro de Convenções SulAmérica, Cidade Nova, no próximo final de semana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E olha que legal: estarão disponíveis, gratuitamente, 250 artes das chamadas tatuagens de segurança, que poderão salvar a vida de diabéticos, hipertensos e pessoas com alergia em casos de desmaio ou acidente.

“Este é o segundo ano que promovemos essa ação, mas desta vez com uma grandeza maior. O povo brasileiro é sempre solícito quando alguém passa mal na rua. Há riscos quando se oferece um copo de água com açúcar, por exemplo. E se a pessoa for diabética? É importante detectar a doença crônica”, afirma a CEO da Tattoo Week, Esther Gawendo.

tattoo week rio artes sobre alergias doenças

Segundo Esther, o movimento das tatuagens de segurança (ou de alerta) começou nos EUA após um homem tatuar no peito a vontade de não ser reanimado quando sofresse algum mal súbito ou passasse mal na rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia foi completamente repensada de uma maneira mais positiva, passando a ser utilizada para salvar vidas. Neste ano, cerca de 500 pessoas fizeram inscrição para serem tatuadas, mas nem todas cumpriram os requisitos necessários.

“É preciso enviar o laudo médico que comprove a doença, e só 154 pessoas fizeram isso até a última sexta-feira. Nós ainda estamos recebendo as inscrições pelo Facebook e pelo Instagram. É um trabalho voluntário que ajuda a quebrar vários preconceitos.”

Sobre a Tattoo Week

A Tattoo Week promove também rodas de conversa e workshop gratuitos realizados pela Subsecretaria de Vigilância Sanitária da prefeitura do Rio. Na sexta-feira, primeiro dia do evento, haverá um treinamento para tatuadores e piercers, das 9h às 11h, com informações sobre segurança na saúde nos procedimentos de tatuagem e piercing. Haverá rodas de conversa, sempre às 15h, com inscrições no local.

tattoo week rio artes sobre alergias doenças
Tattoo Week: Diabéticos podem fazer tatuagem de alerta para doença

“O grande fiscal é o tatuado. Muitas pessoas vão procurar um tatuador e não sabem o mínimo para um atendimento seguro, com infraestrutura, materiais e esterilzação de segurança”, complementa Esther.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A oitava edição da Tattoo Week, presente no calendário oficial de eventos do Rio, terá entrada gratuita no primeiro dia: basta doar 1 kg de alimento não perecível, que será oferecido para projetos sociais. Já para sábado e domingo, os ingressos custam R$ 60, com possibilidade de entrada solidária a R$ 30, também levando 1kg de alimento não perecível.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: O Globo/Fotos: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,211SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cachorro faz de tudo para conseguir amizade de garoto com síndrome de Down

O garoto argentino Hernán, de cinco anos, tem síndrome de Down e, segundo familiares, não gosta muito de contato com pessoas ou animais. Mas...

Casal brasileiro usa trem em São Paulo para ensaio inspirado em Harry Potter

O casal Júlia Kersul e Raphael Augusto são fãs de Harry Potter,e para aproveitaram a paixão pela saga em Hogwarts, fizeram um ensaio fotográfico...

Em Curitiba, evento terá palestras de imigrantes e refugiados de sete países

Acontece amanhã, 17, em Curitiba, o Global Talks, uma noite de palestras com sete imigrantes, de sete países diferentes, todos resididos na capital paranaense,...

Pai homenageia filho vítima de câncer com curta-metragem do Homem-Aranha

O pai do garoto Jayden, que faleceu vítima de câncer, montou um curta-metragem para homenagear o filho. Em setembro de 2013, Jayden foi diagnosticado com...

Ex-morador de rua se torna escritor e lança livro com auxílio de vaquinha online

Leo Motta, 37 anos, transformou em livro suas experiências vivendo nas ruas do Rio de Janeiro. Ex-dependente químico, ele conta sua história no livro...

Instagram