Após perderem suas esposas, tatuador e policial usam rede de solidariedade recebida para ajudar outras pessoas [VÍDEO]

O tatuador Jimme e o tenente Flavio tem histórias muito parecidas. Perderam suas esposas, tornaram-se pais solo, decidiram retribuir a ajuda que receberam!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A esposa do Jimme, Dani, ficou com sequelas e tetraplégica após a descoberta de um tumor no sistema nervoso. Lançamos uma vaquinha na VOAA para ajudar o Jimme nos custos do tratamento da Dani e o apoio que recebemos foi a coisa mais linda!

Com o valor arrecadado, conseguimos adaptar o quarto da Dani e comprar um computador para ela poder se comunicar melhor com Jimme, que sempre demonstrou um amor incondicional pela esposa. Inclusive, aprendeu a maquiar a Dani, que era bastante vaidosa.

[Nilson perdeu seus braços num grave acidente de trabalho, um dia antes do nascimento do primeiro filho. Seu sonho é ter suas próteses para carregá-lo em seus braços. Clique aqui e contribua com sua vaquinha na Voaa]

selfie marido esposa cama hospital
Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, a Dani teve algumas complicações e não resistiu. Ela deixou Jimme e a filhinha Duda. Dani partiu, mas deixou um exemplo de superação, que serve pra mim, pra você e pra qualquer que esteja lendo este texto.

Além disso, Jimme criou a ONG Danielly Narew para ajudar pessoas que necessitam dos meus cuidados que a Dani precisou. Incrível!

Já o Flavio perdeu a esposa, Jéssica, no dia do casamento deles. Jéssica teve um AVC na porta da igreja e precisou ser levada às pressas para o hospital. Grávida, ela foi submetida a um parto de emergência: a bebê, Sophia, sobreviveu, mas Jéssica não resistiu.

selfie casal sorrindo festa
Foto: Arquivo pessoal

Na época, Flavio recebeu várias doações para cobrir os custos da cirurgia e da internação da filha. Felizmente, o hospital perdoou a dívida e Flavio decidiu usar o dinheiro das doações para ajudar quem mais precisa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Tente Bahia, como é conhecido, também escreveu um livro sobre tudo o que sentia, principalmente após Sophia receber alta. Parte do valor das vendas do livro será doado para a ONG Prematuridade.com.

Razões Para Doar 2020

Reunimos esses maridos e pais que têm tanto em comum para falar sobre como cada deles têm lidado com o luto, a rotina de pai solo e também sobre como estão usando toda a rede de solidariedade recebida para ajudar outras pessoas. 

De onde estiverem, Jéssica e Dani com certeza estão orgulhosas de Flavio e Jimme!

Esse encontro especial faz parte da programação do Razões Para Doar 2020, uma super live de 12h no Facebook e YouTube (inscreva-se e ative as notificações!), dia 1º de dezembro, das 10h às 22h, para incentivar a cultura de doação, exatamente o que o Jimme e o Flávio estão fazendo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja um trechinho da conversa:

A gente se encontra lá! 😉

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,110,307SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A risada maravilhosa do filho de Tom Fletcher está bombando na internet

Temos um verdadeiro caso de amor com Tom Fletcher, vocalista da banca McFly, já mostramos ele aqui no RPA quando ele fez um discurso...

Cão interrompe trânsito para crianças atravessarem a rua

O vídeo de um cão interrompendo o trânsito para um grupo de crianças atravessar a rua em segurança, após muito esperarem, viralizou na internet. Quem...

As reações de crianças do Brooklin ao jantarem em um dos restaurantes mais chiques de Nova York

Em uma iniciativa do New York Times Magazine intitulada “Small Plates”, ou Pequenos Pratos, a revista enviou 6 crianças do Brooklyn do 2º ano...

Professor é demitido por se recusar a usar pronome masculino ao aluno trans

Um professor de francês de uma escola de ensino médio dos Estados Unidos foi demitido após se recusar repetidamente a usar o pronome masculino...

Coral Gay de Curitiba se apresenta em Igrejas para arrecadar mantimentos aos que precisam

Através da música, o Coral Gay de Curitiba abraça pessoas em busca de aceitação e amor. O coral surgiu há dois anos, ideia do músico...

Instagram

Após perderem suas esposas, tatuador e policial usam rede de solidariedade recebida para ajudar outras pessoas [VÍDEO] 3