Tatuadora cobre cicatrizes de pessoas que venceram a depressão

A tatuadora australiana Whitney Develle está ajudando pessoas que sofreram de depressão a apagar lembranças desse período triste de suas vidas. Lembranças que carregam na própria pele na forma de ferimentos que elas mesmas fizeram por causa da doença.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo começou depois que uma amiga dela revelou que se cortava enquanto lutava contra um transtorno alimentar. Foi assim que surgiu o “The Scars Project”, em que Whitney faz uma ou até duas tatuagens por semana para quem já se machucou por causa da depressão ou que tem marcas de abusos.

A tatuadora oferece descontos para quem venceu a doença. Em sua página no Facebook, ela compartilha o relato por trás de cada cicatriz [desde que os clientes concordem – em alguns casos, as histórias são anônimas]. Muitos seguidores deixam mensagens de apoio e carinho nos comentários para quem está nessa situação dolorosa.

Whitney se diz surpresa com a repercussão da iniciativa, e confessou ao site 9news que “a maioria delas estava com muito medo de falar com um tatuador e receber julgamentos [por causa de suas cicatrizes]”.

Veja o antes e o depois:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

tatuagem_cicatriz_whitneydevelle-1024x1024

tatuagem_cicatriz-2-1024x1024

tatuagem_cicatriz-3-1024x1024

tatuagem_cicatriz-4-1024x1024

tatuagem_cicatriz-5-1024x1024

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

tatuagem_cicatriz-6-1024x1024

tatuagem_cicatriz-7-1024x1024

tatuagem_cicatriz-8-1024x1024

tatuagem_cicatriz-9-1024x1024

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

tatuagem_cicatriz-10-1024x1024

tatuagem_cicatriz-11-1024x1024

tatuagem_cicatriz-12-1024x1024

tatuagem_cicatriz-13-1024x1024

tatuagem_cicatriz-14-1024x1024

tatuagem_cicatriz-15-1024x1024

Com informações do Catraca Livre / Fotos: Reprodução

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,854SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante de escola pública passa em 4 cursos de medicina

Aos 19 anos, o estudante de escola pública em Vitória da Conquista Wester da Silva Vieira foi aprovado em quatro universidades todas no curso de Medicina,...

Varal solidário oferece roupas de graça para moradores de rua de Goiânia

“Quem precisa pegue o necessário”, diz um cartaz pregado à um 'varal' improvisado cheio de roupas doadas e oferecidas para os moradores de rua...

O que acontece quando as pessoas percebem como seus entes queridos as avaliam

Somos muitas vezes nossos próprios críticos mais severos, mas isso pode nos limitar de forma até cruel. Um experimento social pediu para que entes queridos...

Casal indiano adota 12 meninos com HIV que ninguém queria

Um casal adotou 12 meninos HIV positivos, abandonados pelas família, e provocou uma verdadeira corrente do bem. As crianças, entre 7 e 17 anos, têm...

Rejeitada por ser mãe, após publicação, finalmente ela foi contratada!

Mãe de três filhos e desempregada há dois anos, a saída foi fazer Uber para ajudar nos custos da casa. Após publicação de um influenciador digital, ela conseguiu ser recolocada no mercado de trabalho!

Instagram

Tatuadora cobre cicatrizes de pessoas que venceram a depressão 2