Cientistas criam tecnologia capaz de imprimir tecido na pele que promete melhorar próteses corpóreas

A impressão em 3D de ossos e cartilagens já é uma realidade para cientistas e, dessa vez, um grupo nos Estados Unidos aprimorou as pesquisas e foi além!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ali Asghari Adib, pesquisador do Instituto Terasaki de tecnologia iniciou os testes da pele impressa com cientistas da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos.

“Essa formulação é imprimível em 3D em temperatura fisiológica e pode ser aplicada, com segurança, dentro do corpo usando luz visível”, explica Ali.

Se os testes funcionarem e a fabricação for aprovada, trará um benefício muito grande para a medicina.

Leia também: Projeto ‘Mão 3D’ busca fornecer 100 próteses para crianças carentes

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

coração pequeno na mão
Coração é impresso em 3D a partir de tecido humano. Foto: reprodução Google

Hoje, há uma técnica em utilização, mas a pele é impressa fora e aplicada no paciente. No entanto, há um risco elevado de o corpo rejeitar o enxerto. No caso da nova técnica, a pele é impressa diretamente no corpo do paciente, reduzindo muito as chances de erro.

Composição da pele impressa

Para concluir o projeto, Ali e sua equipe precisam manipular dois componentes básicos: uma tinta biológica similar ao fluido do nosso corpo e fatores de crescimento que permitam a regeneração do tecido manipulado.

A construção do tecido tem que ser conduzida à temperatura corporal (37°C). Ele precisa ser anexado efetivamente ao tecido de órgãos vivos e moles em etapas que não prejudiquem o paciente”, conta o pesquisador.

Eles ainda projetam o desenvolvimento de tecidos com características mais individualizadas. “Desenvolver tecidos personalizados que podem lidar com várias lesões e doenças é muito importante para o futuro da medicina”, destaca Ali.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você gostou dessa novidade? Compartilha em suas redes sociais!

Leia também: Cientista nordestina cria método que acelera diagnóstico de esquizofrenia

FONTE: Correio Braziliense

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,994,891SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasiliense representa o Brasil em evento global de liderança feminina

Fernanda Pereira estudou em escola pública e cursa Direito na Universidade de Brasília.

Engenheira cria potes de comida retornáveis para reduzir lixo no delivery

Consternada com o desperdício enorme de embalagens usadas pelos aplicativos de entrega de comida a domicílio, uma engenheira de produção brasileira criou um projeto...

Uma troca de cartas entre uma garota de 3 anos e um shopping center

  Algo como: "Querido Sainsssssssssssssssbbbbbbbbbbbbbbbbbbburyyys Por que o nome do “pão tigre” é pão tigre? O nome devia ser “pão girafa”. Com amor, Lily Robinson idade 3 e meio"   "Muito...

Moda sustentável: designer suíça cria sapatos e bolsas com cascas de banana

Sarah Harbarth encontrou uma ótima função para as toneladas de cascas de banana que, normalmente, costumam ir para o lixo. A designer suíça criou um...

Prefeitura oferece lanches grátis para pacientes em UPA de Araucária

Todos sabemos que existem muitas reclamações sobre o atendimento dos hospitais de rede pública. Mas na cidade de Araucária, no Paraná,  esse problema foi...

Instagram