Técnico de enfermagem não se intimida e atravessa rio para vacinar idosa contra Covid-19 (PB)

De um a dois meses para o nível do rio baixar. O técnico de enfermagem João Bezerra da Silva, de 34 anos, não quis esperar esse tempo para uma idosa de 78 anos ser vacinada contra a Covid-19.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tirou o calçado, arregaçou a barra da calça, segurou firme a caixa térmica que armazena o imunizante, atravessou o rio – tendo que se preocupar com a própria segurança – e vacinou a senhorinha.

Ao chegar em Monteiro, pequeno município do Cariri da Paraíba, João foi avisado que nove pacientes aguardavam a vacina. Porém, aplicaria o imunizante em oito – com a estrada bloqueada, a única forma de vacinar a idosa seria atravessando o Rio Paraíba.

técnico de enfermagem atravessa rio vacinar idosa contra covid-19
Imagem: João Bezerra

Ele respondeu que se o nível da água fosse de até 1 metro, cruzaria faria o percurso sem problemas. Dito e feito! Com a água batendo no joelho, pediu a um agente de saúde que chamasse a idosa até a margem do rio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Pra mim, foi recompensador. Tinha duas acompanhantes com ela. Elas [as três] ficaram pulando de alegria. Não acreditavam que a gente [ele e o agente de saúde] ia atravessar. E eu disse ‘a senhora não vai esperar o rio baixar’. A alegria dela, o sorriso não tem preço”, lembrou.

técnico de enfermagem atravessa rio vacinar idosa contra covid-19
Imagem: João Bezerra

Amor à profissão

O técnico de enfermagem trabalha em Monteiro, mas mora em Sertânia, município de Pernambuco. Contando ida e volta, João percorre 60 km diários em cima de sua motocicleta. O mais incrível é saber que João volta para casa com a energia lá em cima depois de mais um dia de vacinação em áreas remotas.

técnico de enfermagem atravessa rio vacinar idosa contra covid-19
Missão cumprida! Imagem: João Bezerra

Outro exemplo é que João já caminhou por mais de um quilômetro, com fome e debaixo do sol das 13h, para aplicar a segunda dose da vacina em um senhor de 95 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É gratificante. Energia pra trabalhar o resto da semana todinha”, resume.

O técnico de enfermagem foi vacinado em janeiro, assim como sua esposa, que escolheu a mesma profissão. Contudo, os cuidados em casa são os mesmos de antes, pois o casal tem uma filha de 9 anos que possui problemas respiratórios.

Bravo, João! 👏

Fonte: G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais histórias de superação para se inspirar? Temos! Conheça a indígena que virou uma grande empreendedora, depois de ser subestimada pela chefe.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,824,688SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

[VÍDEO] Artista de rua canta para menino autista e arranca reação fofa do garoto; assista

O artista Mick McLoughlin, muito conhecido por se apresentar pelas ruas de Dublin, na Irlanda, foi gravado cantando a música "You've Got a Friend...

Após ninguém aparecer em chá de bebê, 60 mulheres fazem surpresa para mãe

Imagina você preparar um chá de bebê com todo o cuidado, pensar em tudo e na hora não aparecer nenhuma convidada... Foi isso o que...

Homem encontra R$ 40 mil e devolve: “Todo mundo precisa, mas tem que ser dinheiro limpo”

Não, o Seu Clóvis Barcelos, 66 anos, de Antônio Prado, no Rio Grande do Sul, não quis ficar com os R$ 40 mil que...

Filmagem mostra exato momento que baleias se encontram com aurora boreal

Esta filmagem da aurora boreal por si só já é espetacular. Agora, adicione uma baleia jubarte ao cenário e nos faltam até palavras para descrever...

Empregada doméstica transforma anos de vivências em livro que conta sua história de vida

Por décadas, Gil Santos trabalhou como empregada doméstica, acumulando centenas de histórias incríveis para contar - seja das famílias pelas quais ajudou, seja suas...

Instagram