A tecnologia a favor dos surdos e deficientes auditivos

Imagine um aplicativo que facilita a comunicação entre pessoas surdas e ouvintes. Ou ainda um que ajude pessoas com deficiência auditiva a sentirem todo o prazer de ‘ouvir’ uma música. Felizmente, já há quem faça tecnologia a favor deles, fazendo com que isso seja possível para quem tem um smartphone.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando as pessoas chamam tecnologias como dispositivos e aplicativos móveis de “recursos que mudam a vida”, a expressão geralmente vem acompanhada de uma boa dose de exagero.

Porém, para os 360 milhões de pessoas em todo o mundo que são surdas ou que têm alguma deficiência auditiva, a revolução do smartphone foi exatamente isso, permitindo a eles fazer coisas que eram impossíveis há cinco ou dez anos.

“E-mail, textos e mensagens instantâneas, todos facilitaram em muito minhas interações com as pessoas que escutam”, disse Don Grushkin, professor de estudos sobre surdos da California State University, Sacramento.

Toda essa revolução começou com o pager WyndTell. Lançado em 1998, ele acabou sendo modificado no BlackBerry e, em 2002, juntou-se ao telefone Sidekick da T-Mobile.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje, smartphones, tablets e diversos aplicativos permitem que os surdos e deficientes auditivos façam quase tudo que a comunidade que pode ouvir faz, desde encomendar uma pizza até chamar motoristas do Uber.

Os aplicativos mais conhecidos de bate-papo com vídeo, como Facetime e Skype são úteis para a comunicação via Língua de Sinais e leitura labial. Mas estão começando a aparecer sistemas de transcrição em tempo real mais eficazes.

Um deles, o Transcense – um aplicativo que está atualmente em fase de desenvolvimento – fará a transcrição de conversas com vários participantes em tempo real. As conversas em grupo são particularmente difíceis para as pessoas surdas e com deficiência auditiva, que se sentem muito mais à vontade nas conversas individuais usando língua de sinais ou leitura labial.

Já o MotionSavvy, que estará disponível antes do final deste ano, utilizará uma câmera especial para rastrear os movimentos dos dedos do usuário e transcrever a linguagem dos sinais em tempo real, falando sua tradução em voz alta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De modo geral, a tecnologia para surdos e deficientes auditivos trouxe muitos benefícios para os usuários, mas ainda há muito a fazer.

Segundo Michele Westfall, a comunidade de surdos realmente gostaria de ver um maior envolvimento de seus membros em pesquisa e desenvolvimento para que os desenvolvedores se lembrem de que existem milhões de pessoas que necessitam de alternativas viáveis para os sistemas padrão.

Sabe o que é melhor de todos esses aplicativos? É que além de permitirem a inclusão de deficientes auditivos, eles contribuem para a sua comunicação e desenvolvimento em qualquer lugar, com qualquer pessoa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,995,673SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Unindo arte e natureza, artista goiano exalta cultura afro e conquista 100 mil seguidores no Instagram

Combinação perfeita entre arte e natureza: o artista goiano Fábio Gomes conquistou fãs do Brasil e do mundo com seus murais que exaltam o...

Harvard aceita teste de proeficiência em inglês do Duolingo

Quem já fez exames como o TOEFL e IELTS para provar sua fluência em inglês sabe que não é barato. Mas, agora existe uma...

Estas são as nações que mais fazem o bem para o resto do mundo

Há um monte de rankings nacionais lá fora nos dias de hoje. Crescimento econômico, governança, liberdade, felicidade, se existe uma métrica é medido. O...

Vaso de planta é o carregador de celular do futuro: sustentável e “gratuito”

Uma fonte de energia totalmente limpa e “gratuita” para seu celular e tablet. O “Bioo Lite” foi desenvolvido por três estudantes de engenharia da...

Filho faz viagem com mãe a 20 países da Europa para agradecer os 20 anos que ela dedicou ao pai doente

Barton conta que a viagem não se resume a ajudar a mãe superar a perda de seu pai, mas também é uma maneira de demonstrar gratidão à ela por todos os anos de dedicação a ele.

Instagram