Após ser vítima de racismo, jovem cria site para mapear a discriminação no Brasil

No site, os internautas podem denunciar todo tipo de discriminação, transformando as denúncias em estatísticas, além de oferecer suporte para a vítima.


Após ser vítima de racismo, jovem cria site para mapear a discriminação no Brasil 1

O estudante de Sistemas de Informação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Nathan Neves, 20 anos, sofreu há um tempo um triste incidente num restaurante do Rio.

Enquanto sua família celebrava o aniversário de seu pai, ele e os convidados foram alvos de comentários racistas.

Pensando em como denunciar casos como este e de onde procurar ajuda, ele, juntamente com o seu amigo Breno Fróes, também de 20 anos e estudante de Sistemas de Informação, criaram o site Radar do Preconceito.

O Radar funciona como um portal de relatos de diferentes tipos de preconceito e discriminação. Todos as mensagens são anônimas e transformadas em estatísticas, resultando num mapa de calor que mostra quais pontos do país existem mais casos de algum preconceito. Que ideia incrível!

“A plataforma também funciona como um agregador de profissionais que queiram prestar serviços gratuitos às vítimas como psicólogos e advogados. Basta apenas que o profissional se cadastre na plataforma. Conectamos esses profissionais às vítimas”, explicou o estudante.

Print do site Radar do Preconceito Print do site Radar do Preconceito Print do site Radar do Preconceito

Ele explicou que a falta de reais estatísticas também foi um dos motivos da criação do site.

“Por exemplo, a transfobia, não tem estatísticas reais do governo. No caso do racismo, muitas pessoas deixam de denunciar por não ter provas, e isso acontece também com intolerância religiosa, xenofobia, existe um buraco”, disse Nathan.

Apoie o Radar do Preconceito!

O processo de desenvolvimento do site foi focado primeiramente nas funcionalidades principais da plataforma como: a postagem e visualização das denúncias, mapeamento das ocorrências e cadastro de profissionais e moderadores. Logo após isso, a criação da identidade visual.

Um detalhe importante: todas essas etapas foram realizadas através de encontros onlines por ligações e sessões independentes e todas as participações foram voluntárias!

O site está no ar desde fevereiro deste ano, porém, com a falta de divulgação, ele pensou seriamente em desistir deste incrível projeto. 😔

dois jovens que criaram o site Radar do Preconceito
Breno Fróes e Nathan Aguiar. Foto: Arquivo Pessoal

“Todos os custos foram oriundos de nossas finanças pessoais, pelo fato único de acreditar no projeto. Apesar de não terem sido gastos tão altos, precisaríamos de ajuda para tornar o projeto realmente relevante e assim alcançar nosso objetivo. No mês passado, após postar o código dele em um grupo de programação resolvemos tentar novamente”, relatou Breno.

Pessoas que se importam: ideias que merecem ser premiadas!

Acreditamos no poder de transformação da tecnologia na vida das pessoas, e acreditando junto com a gente, a Intel se uniu ao Razões na criação do projeto Pessoas que se Importam, com o intuito de mostrar a vocês ideias e ações que fazem da tecnologia um instrumento de mudanças!

Selecionamos quatro projetos que receberão da Intel uma mentoria completa para que suas ferramentas continue impactado a vida das pessoas!

E para que esses grandes idealizadores consigam aprimorar suas ideias, a Intel premiou os selecionados com um computador turbinado!! Porque pessoas que se importam merecem uma tecnologia que foi desenvolvida por pessoas que também se importam. QUE DEMAIS, não é mesmo?!

dois jovens sentados no sofá segurando o prêmio da Intel, um computador
Jovens que criaram o site Radar do Preconceito foram premiados pelo projeto 'Pessoas que se Importam' do Razões com a Intel. Foto: Arquivo Pessoal

Esta semana o Breno e o Nathan receberam a notícia e o prêmio. Estão muito felizes e animados com a ideia de fazer o site incrível deles crescer e atingir mais e mais pessoas!

"Obrigado por terem acreditado e apoiado o nosso projeto! (...) Vocês olharam para nós da forma que ninguém nunca olhou!" 💙

Acessem o Radar do Preconceito e vejam que trabalho incrível desses jovens! 

Em parceria com a Intel, selecionamos histórias e projetos que utilizam a tecnologia com um único propósito: o de mudar, ajudar e transformar vidas! Acesse todas as matérias aqui.



Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar