Depois de pedido de funcionários PCDs, empresa de tecnologia adapta suas portas

A empresa se adaptou a uma necessidade dos funcionários!


oracle instala portas automáticas funcionários PCDs
PUBLICIDADE ANUNCIE

A Eric Nunes é Analista de negócios Operações Data Quality na Oracle, empresa multinacional de tecnologia e informática. Ela é cadeirante e comemorou recentemente a instalação de portas automáticas nos escritórios da empresa.

No seu perfil no Linkedin, Erica destacou que se fala muito sobre acessibilidade, empesa inclusiva e diversidade em ambientes corporativos. Pontuando que é importante “transformar as pessoas e o ambiente que nos rodeia”.

oracle instala portas automáticas funcionários PCDs

Ela continua: “A Oracle possui portas extremamente pesadas para não só PCD [Pessoas com Deficiência] puxar mas para todos…Depois de muito pontuar e mostrar a problemática aí está a primeira porta piloto!!”.

Leia também: Projeto incentiva a recolocação no mercado de trabalho para pessoas com mais de 50 anos

oracle instala portas automáticas funcionários PCDs oracle instala portas automáticas funcionários PCDs oracle instala portas automáticas funcionários PCDs

A empresa e os demais colaboradores ouviram a dificuldade dos PCDs para abrirem as portas “extremamente pesadas” e isso foi resultado do subcomitê de PCD, do qual a Erica é líder. Questões como a da porta foram levantadas e levadas à diretoria. “Juntos somos mais fortes!!”, comemorou.

Cultura de inclusão

Ao Razões para Acreditar, a head de Diversidade e Inclusão da Oracle Dani Botaro contou que o funcionário é orientado a tratar os colegas com respeito mútuo e dignidade. Para isso, foi criado um calendário de ações e campanhas internas com base em cinco pilares: LGBTQ, Pessoas com Deficiência, Raça e Etnia, Mulheres e Gerações.

“Muitas ações no pilar PCD, por exemplo, são focadas em inclusão e avanço de carreira dos nossos colaboradores com deficiência. Fizemos diversos eventos de inspiração, motivação e inclusão, como encontro com o paratleta olímpico Clodoaldo Silva, mapeamento de acessibilidade do prédio e entorno e reuniões internas de conscientização.”

Lei de Cotas

Desde 2006, a empresa cumpre a Lei de Cotas para PCD. Segundo Botaro, isso gerou um ambiente inclusivo na empresa, onde é possível encontrar colaboradores com deficiência em todas as áreas, funções e cargos. “Cumprimos a cota de 5% da lei de inclusão, temos baixo turnover de colaboradores PCDs e diferente da maioria das empresas, quase não fazemos busca ativa de colaboradores PCDs. Pelo contrário, recebemos muitos CVS e indicações de colegas.”

Práticas inclusivas

Botaro destaca outras práticas inclusivas adotadas pela empresa e o empenho dos líderes para proporcionar melhores oportunidades para seus times.

“Recentemente o nosso diretor de RH negociou com a operadora do plano de saúde pela cobertura de custos de medicação de uma colaboradora que tem uma doença degenerativa muito severa, derivada da deficiência física que possui. O impacto financeiro no orçamento dela (aproximadamente R$5000 por mês) inviabilizava o acesso ao medicamento.  Porém, após um período de negociação a Oracle conseguiu um acordo para que a operadora cubra os custos mensais da medicação e possibilite que a colaboradora continue trabalhando e, o mais importante, cuidando da sua saúde.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

Além das novas portas portas adaptadas para cadeirantes, a empresa possui banheiros adaptados em todos os andares, rampas de acesso, piso tátil e software de leitura para pessoas com deficiência visual. Botaro também citou um jogo de cards contendo várias dicas de comportamentos inclusivos para os colaboradores.

“Cada pessoa recebeu uma caixinha com a logo do comitê de Pessoas com Deficiência e dentro da caixa, 6 cards tipo porta copos e de cada lado do Card, uma dica diferente. Por exemplo: 1) Pergunte antes de ajudar – Você pode oferecer ajuda a uma pessoa com deficiência. Seja gentil sem ser condescendente. No entanto, a pessoa pode não precisar ou não querer sua ajuda – por isso, pergunte primeiro.  2) Adapte-se: Se a pessoa usar cadeira de rodas, sente-se e converse na sua mesma altura. No total foram 12 dicas de comportamentos.”

Ela conta que a ação fortaleceu a integração entre todos os colaboradores, “pois a caixa vinha com seis cards iguais e as pessoas tinham que buscar outras para trocar e completar a coleção”. Teve colaborador que ligava para os colegas e até para o RH pedindo o card que faltava para completar a coleção. “O dia foi muito legal!”, finaliza.

Confira o vídeo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

oracle instala portas automáticas funcionários PCDs

crédito das imagens: Reprodução/Linkedin Erica Nunes

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar