Após perder filha em parque, pai inventa pulseira ‘radar’ inteligente


Após perder filha em parque, pai inventa pulseira 'radar' inteligente
PUBLICIDADE ANUNCIE

Certo dia, o empresário Willie Wu e sua filha foram a um parque de diversões para terem um momento de lazer juntos. O que deveria ser uma tarde de diversão e risadas acabou se transformando em um pesadelo para Willie.

Sua filha acabou se perdendo no parque, para o desespero do pai. Foram sessenta minutos tensos até que o empresário encontrasse a pequena. Ela havia pedido ajuda a um funcionário do parque, que a manteve segura até seu pai a reencontrar.

Ajude a Liliane a realizar o sonho do intercâmbio na Califórnia

O breve momento longe da filha, que mais pareceu uma eternidade, motivou Willie a inventar uma pulseira inteligente chamada ‘Buddy Tag’.

Após perder filha em parque, pai inventa pulseira 'radar' inteligente

Pulseira inteligente de rastreio

A pulseira permite que os pais monitorem seus filhos em um raio de até 90 metros. Ela também possui um botão de pânico que a criança pode ativar se estiver com problemas. Além disso, o dispositivo pode enviar uma mensagem de emergência para autoridades policiais.

Leia também:

Em lugares públicos como parques e praças, cuja área raramente excede o raio de alcance do Buddy Tag, os pais podem ficar tranquilos com a segurança dos filhos.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Após perder filha em parque, pai inventa pulseira 'radar' inteligente

A pulseira inteligente também atualiza de tempos em tempos a localização exata da criança, permitindo um rastreio bastante eficiente e dinâmico.

Willie Wu desenvolveu o Buddy Tag usando uma moderna tecnologia que permite que o dispositivo funcione com pouca energia e pouca bateria. Ele funciona via bluetooth, integrado a smartphones, e também é à prova d’água. Em breve funcionará também em iPads e Ipods. Saiba mais sobre o aplicativo clicando aqui.

Após perder filha em parque, pai inventa pulseira 'radar' inteligente

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Shareably/Fotos: Reprodução

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar