Homem de Ferro da vida real: Robert Downey Jr. anuncia projeto de despoluição do planeta


Homem de Ferro da vida real: Robert Downey Jr. anuncia projeto de despoluição do planeta
PUBLICIDADE ANUNCIE

Se você é fã da Marvel e do Homem de Ferro, sabe que o personagem de Robert Downey Jr., Tony Stark, é um gênio que está decidido a usar a tecnologia para salvar o mundo.

Bem, Downey subiu ao palco na última terça-feira (4) para a conferência de inteligência artificial Re: MARS, promovido pela Amazon, para anunciar seu plano da vida real para fazer exatamente isso! A vida imitando a arte?

O ator postou alguns clipes e fotos da conferência de Las Vegas em seu perfil no Instagram, escrevendo: “Que noite!”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Robert Downey Jr. (@robertdowneyjr) em

PUBLICIDADE ANUNCIE

Leia também: Robert Downey Jr. leva prótese da armadura do Homem de Ferro a garoto de 7 anos

Batizada de “Footprint Coalition”, com previsão de lançamento para abril de 2020, o projeto é audacioso: visa despoluir uma área considerável da Terra até 2030.

“Entre robótica e nanotecnologia nós podemos, provavelmente, limpar o planeta de maneira significativa, se não inteiramente, em uma década”, afirmou. “Vou passar os próximos meses arrumando isso da maneira correta, e colocando pessoas inteligentes ao meu redor.”

O grandioso objetivo vem sendo celebrado por fãs do astro, que estão comparando Robert com Tony.

“Robert Downey Jr. é Tony Stark e você não pode mudar minha opinião”, brincou um fã no Twitter.

Durante seu discurso, Downey afirmou que sente uma “silenciosa sensação de crise” em relação à Terra.

O site da Footprint Coalition já está disponível para que interessados e possíveis apoiadores se inscrevam e saibam mais à respeito.

“Obrigado pelo seu interesse na Footprint Coalition (Coalizão da Pegada, em tradução livre) e por se importar com a Mãe Terra. Inscreva-se para receber nossa newsletter e você será o primeiro a saber sobre nossos próximos passos nesta jornada ambiental”, diz o site.

O anúncio de terça-feira vem na esteira de um relatório do Centro Nacional de Descobertas para a Restauração do Clima, órgão ligado ao governo da Austrália, que divulgou um preocupante estudo sobre as mudanças climáticas.

O estudo afirma que se o aumento desenfreado da poluição do ar e das águas não frear até o meio deste século, os anos seguintes à ele resultarão em “graves e irreversíveis consequências, com impacto na população humana e sobretudo, nas espécies animais”. O relatório também aponta para “extinções em massa, ruptura da ordem econômica e caos social”. Preocupante, não?

Leia também: Jovem negra de 15 anos passará a vestir a armadura do Homem de Ferro

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: ABC News/Fotos: Reprodução/Adoro Cinema

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar