Amor incondicional: há 21 anos tio largou tudo para cuidar de sobrinho especial que ficou órfão

Clique e ouça:

Tem coisa que só o amor explica! A decisão de um tio de cuidar sozinho do sobrinho com paralisia cerebral é uma delas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para ajudá-lo com os custos e sustento de casa, lançamos a sua vaquinha na VOAA. Clique aqui para contribuir.

A mãe do Thalysson, 21 anos, morreu no parto e o pai biológico rejeitou o próprio filho por ter nascido com paralisia cerebral.

Bem diferente do Rogério, paizão que que adaptou um triciclo para o filho participar de um triatlo. Relembre aqui.

Nenhum parente, só o tio Edivaldo, que era alcoólatra na época, quis cuidar do menino. Ele abriu mão de tudo, inclusive do vício, para cumprir a missão mais linda da sua vida!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) em 18 de Mai, 2020 às 6:05 PDT

Vaquinha para ajudar Edvaldo a cuidar de Thalysson. Clique aqui e doe.

Foi como tudo aconteceu: Edvaldo largou emprego, a esposa saiu de casa e os “amigos” lhe faltaram nas horas de maior necessidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Parei de trabalhar para me dedicar exclusivamente a ele. Minha vida parou. Está em função de só cuidar dele.”

Por maior que seja o amor pelo sobrinho-filho, Edvaldo está cansado, com seus 52 anos e sem trabalho. Eles sobrevivem da renda de um benefício que Thalysson recebe e de doações. Precisam muito da nossa ajuda!

Criamos uma vaquinha na VOAA para pagar despesas com remédios, fraldas e alimentação. Clique aqui e doe.

Conheça mais sobre a história deles

Edvaldo e Thalysson moram numa casa própria, mas inacabada, e bem isolada da cidade. Lá, não tem rua asfaltada, o que dificulta a passagem com a cadeira de rodas para idas ao hospital e comércio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Edvaldo recebia ajuda de uma senhora nos cuidados com Thalysson, mas infelizmente ela faleceu. Ficaram os dois sozinhos no mundo.

tio segurando colo sobrinho com paralisia cerebral
Edvaldo abriu mão da sua vida para cuidar do sobrinho-filho. Foto: Arquivo pessoal

Conhecemos a história de Edvaldo e Thalysson através do Instituto Amor Incondicional, que atua oferecendo suporte a crianças com microcefalia e doenças raras em hospitais públicos.

Vamos dar uma força a essa linda família?!

A batalha de Thalysson e Edvaldo pode ser mais leve! Clique aqui e contribua.

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,209FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,712SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Holanda bate recorde e é o primeiro país sem nenhum cão de rua abandonado

O governo holandês deu uma notícia inspiradora para todo o mundo. O país é o único a não ter cães de rua abandonados. Isso é...

Instagram

Amor incondicional: há 21 anos tio largou tudo para cuidar de sobrinho especial que ficou órfão 14