Torcida aplaude e canta para goleiro adversário que perdeu a mãe na Holanda

A torcida do Go Ahead Eagles apoiou seu time durante boa parte dos 90 minutos da partida contra o NAC Breda, pela segunda divisão do Campeonato Holandês. Mas, quando o cronômetro do relógio marcou 61 minutos de bola rolando, os torcedores prestaram uma linda homenagem para o goleiro da equipe adversária, Jelle ten Rouwelaar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

2

A homenagem aconteceu nesse momento da partida porque a mãe do goleiro morreu aos 61 anos, na última semana. A torcida do Go Ahead Eagles aplaudiu e cantou You’ll Never Walk Alone (“Você nunca andará sozinho”, em tradução livre) para Rouwelaar, dando a ele o apoio que precisa para superar a dor da perda da mãe.

Leia também: Ciclista desiste de ultrapassar rival com bicileta quebrada a 300 metros da chegada

É claro que Rouwelaar ficou emocionado com o carinho da torcida adversária. Afinal, não é todo dia que vemos esse tipo de coisa acontecer no futebol, onde, muitas vezes, a rivalidade entre as torcidas das equipes acaba em pancadaria.

3

O Go Ahead Eagles venceu a partida por 4 a 1. Mas, a grande vencedora da noite foi a empatia da sua torcida!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assista:

Todas as imagens: Reprodução/FOX Sports

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,714FãsCurtir
1,763,678SeguidoresSeguir
8,639SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram