A importância de transformar a onda de solidariedade em uma cultura da doação

Uma pesquisa recente do Google Trends revelou o que a gente até já suspeitava: nunca na história houve tantas buscas de “como ajudar”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gente do mundo todo busca formas de ajudar suas comunidades, idosos, pequenos negócios e trabalhadores essenciais.

A pandemia do novo coronavírus levou para outro nível uma das qualidades humanas mais bonitas: a solidariedade.

cesta básica
Imagem: Reprodução/YouTube Google Brasil

As cinco principais pesquisas com a expressão estão ligadas ao coronavírus: “como ajudar no coronavírus”, “como ajudar moradores de rua”, “como ajudar no combate ao coronavírus”, “como ajudar na crise do coronavírus”, “como ajudar na cura do coronavírus”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pesquisa google como ajudar pandemia coronavírus
Imagem: Google Trends

“A busca é um termômetro muito poderoso do que acontece na vida das pessoas”, avaliou o porta-voz do Google Brasil, Rafael Corrêa, em entrevista à CNN.

E é claro que fica aquele ‘medinho’: quando a crise acabar, esse espírito solidário vai permanecer na vida das pessoas ou vai embora junto com a pandemia?

Cultura da doação

É uma pergunta que as ONGs devem se fazer o tempo todo.

O trabalho dessas organizações acontece o ano inteiro, e muitas vezes com bastante dificuldade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem toca o barco têm que inventar mil formas (vaquinhas online, rifas, bingos) pro trabalho não parar e a conta fechar no azul. Essas instituições precisam de doações recorrentes.

Quando o coronavírus chegou no país, já havia muitos outros problemas por aqui. A situação seria ainda pior não fosse pelo trabalho das ONGs, que combatem muitos desses problemas há décadas.

Não queremos dizer que um problema é mais importante do que o outro: definitivamente não é isso!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas que temos sob os nossos olhos a oportunidade de transformar uma onda de solidariedade em uma cultura da doação!

O que isso quer dizer no frigir dos ovos? Que a prática de doar deve existir independente da situação que o país atravessa, como a que estamos vivendo agora.

As ONGs precisam desse suporte para combater problemas que continuarão existindo pós-pandemia.

onde há ajuda, há esperança
Imagem: Reprodução/YouTube Google Brasil

Por onde começar?

Procure uma organização que esteja precisando de ajuda e que defende uma causa com a qual você se identifica. Esse é o primeiro passo.

Mas se você está meio perdido, a Gooders te dá uma direção.

No site da startup que recompensa pessoas que praticam o bem, existem várias instituições que podem gerar identificação para você.

E como a gente já disse, doando, tempo ou dinheiro, para uma instituição, você ganha uma moeda social para ser trocada por descontos em produtos ou serviços de um time de marcas que fazem o bem. Clique aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,977,926SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Agência de SP lança vídeos com relatos emocionantes para comemorar o Orgulho LGBT

Durante todo o mês de Junho vimos diversas manifestações de apoio e suporte à comunidade LGBT e uma agência de SP também mostrou seu apoio...

Indiana dá à luz ao primeiro filho aos 72 anos

A indiana Daljinder Kaur, de 72 anos, realizou o sonhou de ser mãe após inúmeras tentativas frustradas por problemas de saúde e sofrer três...

Campanha com tatuagens interligadas mostra que temos mais coisas em comum do que diferenças

Um novo estudo global promovido pelo buscador de viagens momondo investigou a importância do hábito de viajar, e descobriu que, atualmente, vemos o mundo...

Após um ano, tatuador consegue ouvir pela primeira vez a esposa e se emociona

Muito emocionado, tatuador publica vídeo em que a esposa fala pela primeira vez em um ano. Dani ficou tetraplégica e perdeu a voz após um tumor no sistema nervoso.

Coletor de lixo salva vida de criança de 5 anos que seria atropelada no Paraná [VIDEO]

Uma câmera de segurança registrou o momento heroico em que um coletor de lixo de Rolândia, no norte do Paraná, salva a vida de...

Instagram