Troncos de eucalipto devolveram vida à importante rio do Espírito Santo

Uma técnica trazida da Inglaterra está ajudando a recuperar o Rio Mangaraí, que fica em Santa Leopoldina, na região serrana do Espírito Santo. O projeto de revitalização do rio começou há quase um ano, e já começa a apresentar resultados surpreendentes com a ajuda de troncos de eucalipto. As informações são da TV Gazeta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Houve um aumento de 80% na quantidade de peixes em um trecho de 200 metros do Rio Mangaraí, que é um dos principais afluentes do Rio Santa Maria da Vitória, que abastece a Grande Vitória. Pioneira no Brasil e na América Latina, a técnica ajudou a despoluir os afluentes do Rio Tâmisa, em Londres, na Inglaterra.

Troncos de eucalipto
Foto: Reprodução/TV Gazeta

A técnica é relativamente simples: consiste na colocação de troncos em pontos do rio. Amarrados com cabos de aço, os troncos formam redutos. Assim, a estrutura consegue reduzir a velocidade da água, permitindo uma infiltração maior no lençol freático. Já as folhas que ficam acumuladas nos remansos formados pelos troncos transformam-se em alimento para a fauna, que aproveita o local para se recuperar da correnteza.

Além de oxigenar a água, outra vantagem da técnica é que os troncos ajudam a reter os sedimentos que descem o rio e que obstruem o afluente e o rio principal. Em um trecho do Rio Mangaraí, em dez meses foram retiradas 67 toneladas de sedimentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Troncos de eucalipto
Foto: Reprodução/TV Gazeta

A comunidade também foi envolvida no processo para aprender a instalar a madeira. Crianças que estudam na escola da região fizeram visitas para aprender os benefícios da madeira dentro do rio, tiveram aula prática de desenho e concurso de redação. A intenção é que elas ajudem a cuidar do espaço no futuro.

“Quando você tem o desmatamento, quando você tem a perda dessas características naturais, essas curvas naturas do rio também se perdem. Então quando você coloca esses elementos naturais de volta no canal, você está trazendo de volta essas curvas, que são os meandros do rio“, explicou a cientista ambiental Carolina Pinto.

Foto de capa: Pixabay

Leia também: 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Psicólogos dão a melhor resposta para os panfletos homofóbicos distribuídos em Curitiba

Sandra Bullock doa R$ 15 mil para senhor de 86 anos que passava fome e não tinha onde morar

Fotos extraordinárias capturam as luzes invisíveis que as flores e plantas emitem

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,261,441SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desafio busca ideias inovadoras para amenizar impactos do aquecimento global

O que você pode fazer pelo planeta hoje? Se tem projetos em andamento ou a mente borbulhando soluções interessantes para problemas contemporâneos, é melhor...

Cidade espanhola substitui touros por bolas gigantes em corrida tradicional

Uma cidade espanhola desistiu de promover a sua tradicional corrida de touros após protestos de ativistas de direitos animais. Como em muitas cidades de todo...

Menina fica milionária com receita de limonada com mel e reverte lucro na preservação de abelhas

Que adulto complica as coisas é fato! Por isso, prestar atenção nas crianças é reaprender o que um dia esquecemos: a simplicidade e honestidade...

Saiba como ajudar as vítimas da tragédia de Mariana

As vítimas do rompimento das barragens do Fundão e Santarém, no Distrito de Bento Rodrigues (MG), necessitam de alimentos não perecíveis, água, colchões, toalhas,...

Antártida tem quase 20% a mais de colônias de pinguins-imperador do que se pensava

Um estudo divulgado esta semana mostrou que há quase 20% a mais de colônias de pinguins-imperador na Antártica. As imagens foram registradas pelo satélite Copernicus...

Instagram