Trote de calouros em faculdade é substituído por plantio de árvores nativas

No lugar dos trotes tradicionais (muitas vezes, violento), a Faculdade de Engenharia de Sorocaba, no interior de São Paulo, propôs aos alunos veteranos uma forma bem legal de receber os calouros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nessa quarta-feira (17), a turma toda participou do “Trote Ecológico” e plantou cerca de 70 árvores nativas às margens do Rio Sorocaba e na Praça dos Amigos, ao lado da Rodovia Castelinho.

A ação foi realizada pela Prefeitura de Sorocaba, através da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), com apoio da faculdade.

Os jovens foram divididos em dois grupos, o dos calouros e o dos veteranos. Antes de plantarem as árvores, eles tiveram uma oficina de plantio com a equipe da Sema, que disponibilizou as mudas.

Leia também: 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Doritos lança site para arrecadar fundos à casa que acolhe pessoas LGBTs expulsas de casa

Jovens criam agência de intercâmbio que conecta pessoas que querem fazer o bem

Filha conta todo dia à mãe com Alzheimer que está grávida e grava suas reações diariamente

via [CICLO VIVO]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,811,797SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em breve teremos emojis de pessoas com deficiência

Nos novos ícones há aparelhos auditivos, pessoas em cadeiras de rodas, cães-guia e braços e pernas mecânicas.

Gari resgata mudas de plantas descartadas e cria jardim comunitário em Teresina (PI)

Responsável por um dos Pontos de Recebimento de Resíduos (PRR) de Teresina (PI), o gari Eduardo Alexandre da Silva, 59 anos, decidiu construir um...

Vídeo impactante faz pessoas sentirem na pele o preconceito sofrido por LGBTs

Já falamos diversas vezes aqui, aqui e aqui sobre empatia, que nada mais é do que você se colocar no lugar da outra pessoa. É...

Após vencer um câncer na infância, jovem escolhe a enfermagem para retribuir os cuidados que recebeu

Mayara Majevski, 25 anos, é enfermeira no Setor de Oncologia do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. A instituição recebe 100 novos pacientes com câncer...

Instagram

Trote de calouros em faculdade é substituído por plantio de árvores nativas 2