Um vídeo sobre um homem que só valorizou o amor depois que perdeu

Criado para o dia de São Valentim (em fevereiro), a produtora portuguesa Diffuse criou ”Só de mim”, que conta a história de alguém que já teve tudo, e que só percebeu depois de perder. Uma história improvável para um dia feliz, contada com a linda cidade de Lisboa como pano de fundo. Tudo começou com inspiração no video “The Emotive” de Christopher Wong (chriskingwong.tumblr.com) e Kevin Guiang.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aqui, o texto que ele declama em sotaque português. Lindo de ouvir e refletir:

Eis o texto que ele recita:

“Tu não sabes quem eu sou, mas eu sei quem tu és… e só preciso de um minuto da tua atenção.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Espero que saibas a sorte que tens. O quanto eu gostaria de estar na tua pele. Poder estar na mesma cama que ela todas as manhãs. Ajudá-la a acordar da má disposição matinal.

Espero que saibas que ela não te vai falar enquanto não lavar os dentes. Não é por mal… é por medo de perder o encanto aos teus olhos. Que a consideres um ser humano comum.
Espero que saibas que ela gosta de aproveitar cada raio de sol, e que o café a deixa mal disposta.

Que escolhe a roupa que vai vestir na noite anterior, só para poder ter mais cinco minutos de sono pela manhã. Que o despertador toca cinquenta vezes até que se levante, e que mesmo assim, consegue chegar a horas.

Quero também dizer-te que ela adora histórias do fantástico. Mas não de terror! Que é capaz de saber o nome de todas as personagens de um livro antigo, mas que não se vai esforçar para decorar o nomes de todos os teus amigos à primeira…
Porque ela… ela é que sabe de si.

Tu nunca serás uma sorte para ela. Sorte é poderes tê-la na tua vida.
Sabes? Ela não é romântica por natureza, mas uma demonstração espontânea da tua parte vai fazê-la fraquejar. Porque ela é segura e doce ao mesmo tempo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela não sabe cozinhar, mas vai esforçar-se para fazer o teu prato preferido. E se não estiver bom, ela vai rir-se do falhanço, em vez de corar.

E quando ela ri… quando ela ri eu tenho vontade de chorar. Não de tristeza, mas porque cada gargalhada é como uma nota musical que toca ao coração e me faz querer dançar.

Ela é tudo o que eu queria e nunca soube que tive.

Aprende que a arritmia que sentes com ela é normal!
E que a falta dela é um vazio igual à morte.
Espero que sejas tudo aquilo que eu nunca fui.
Espero que a trates bem. Porque se lhe partires o coração vais perdê-la para sempre.
Pudesse eu ter lido o futuro…”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

via

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,565,291SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Atleta brilha no parakaratê e garante bons resultados em campeonatos

(Por Laura Gonçalves Sucena) Determinada e com disciplina de sobra, Debora Knihs tinha todas as desculpas para não fazer esporte, afinal nasceu com glaucoma e...

Esta mochila permite você se aventurar junto com seu catioro

A mochila é feita com um material e força de tração resistente a rasgos.

Vídeo de menino especial praticando karatê comove as redes sociais

Sabe aquela frase que diz: “Nunca deixe que alguém te diga que você não pode fazer algo”? Essa é uma verdade que você deve repetir...

Ovelhinha é adotada por jovem e faz o maior sucesso por onde passa: conheçam a Rebeca!

Criar uma ovelha dentro de um apartamento? Eu sei, você vai dizer que não faz sentido, mas para Evilásio, de 33 anos, a ovelhinha...

Clarice Falcão regrava “Survivor” e reverte parte da arrecadação para ONG feminista

Muitos já escutaram a doce voz de Clarice Falcão em programas de humor e comerciais, mas a artista é cheia de surpresas e um...

Instagram