Uma estante de doações para qualquer pessoa fica na rua no sul da França

Por Diorela Kelles

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem passa pela Rua dos Tintureiros, na cidade de Avignon, sul da França, pode ter uma agradável surpresa. Nela há uma estante de doações com diversas opções de roupas, brinquedos, livros e utensílios para quem quiser.

A responsável pela iniciativa na cidade é Nati Nath, uma artista independente que descobriu que poderia deixar uma Give Box (caixa de doações) na rua para que todos possam viver essa experiência do compartilhamento e do desapego. A ideia é que qualquer transeunte possa doar ou pegar o que estiver precisando, sem necessidade de reciprocidade.

Os passantes deixam coisas novas, velhas, mas sempre limpas e em bom estado para contribuírem com os demais. Num exercício de generosidade, muita gente oferece o que tem de sobra anonimamente a quem ainda tem em falta.

Um senhor que passava na rua contou que havia comprado muitas meias de tamanhos errados e não sabia até então o que faria com elas, até descobrir esse destino. A moça que esqueceu as luvas, pegou emprestadas novas luvas que estavam para doar. No dia seguinte, escolheu deixar brinquedos e cachecóis na estante. É um serviço self-service de abundância.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Descobri que cada um pode fazer um pouco e ajudar um tanto, não faz sentido trabalhar se não for para melhorar este mundo”, diz Nati Nath, que mantém um atelier de pintura na mesma rua em que instalou a caixa-estante. Inspirada numa iniciativa sulamericana, a Gratiferia, ela oferece ainda, uma vez por mês, uma tarde de encontros, conversas e feira de trocas dentro do seu espaço.

“Com a crise de 2008 na Argentina, as pessoas passaram a usar outras formas de adquirirem coisas. A ideia da Gratiferia cresceu e hoje é mundial. Eu trouxe para a minha vida. Cada um pode levar para a sua”, completa a artista.

foto 4

foto 2

foto 3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E se alguém pensou que esta ideia não chegaria ao Brasil, é hora de saber que ela já existe em diversas cidades do país. A iniciativa costuma levar o nome de feiras da Gratidão, Gratifeira ou Gratiferia mesmo!

Links abaixo:

Feira da Gratidão Rio de Janeiro

Feira Grátis da Gratidão Belo Horizonte

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gratifeira em Florianópolis

Sobre a Gratiferia

Contato da artista na França

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,811,797SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem retribui o esforço da mãe e cria projeto para ensinar inglês a quem não pode pagar

Não dá para contar sobre o projeto Free English sem falar da mãe da fundadora. Daianne Castilho Silva, 27 anos, teve a oportunidade de...

Estudantes criam lanchonete a céu aberto sem vendedor nem câmeras de segurança

O "Murinho da Honestidade" funciona na base da confiança.

Jovem com Síndrome de Down é demitida, abre pequeno negócio e recebe apoio de toda a cidade (EUA)

Kristina está entre as pessoas que perderam o emprego nesta pandemia. Mas ela não desanimou. Pegou um dinheiro que tinha guardado e começou um...

Estúdio de tatuagem em SP vai cobrir gratuitamente cicatrizes de automutilação

O estúdio Rooftop Tattoo vai cobrir gratuitamente, com desenhos exclusivos, cicatrizes daqueles que passaram por situações difíceis e chegaram a atentar contra a própria vida.

Como a ‘Siri’ se tornou melhor amiga de um garoto autista

Quem aqui conhece os assistentes pessoas para smartphones? Os mais conhecidos são o Siri, Cortana, Google Now e por aí vai. Talvez você imagine que o...

Instagram

Uma estante de doações para qualquer pessoa fica na rua no sul da França 4