Uma vez por semana ele não almoça para arrecadar refeições para crianças que não tem o que comer

0
2279

Anton Cobb tem 32 anos e é uma pessoa normal como qualquer adulto responsável, acorda todas as manhãs e trabalha várias horas de seu dia só parando para almoçar. Ele trabalha como vendedor em Portland e gosta de ser uma pessoa produtiva.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Certo dia, Anton leu um artigo falando de uma menina que havia sido beneficiada por um banco de alimentos, e este artigo o tocou de uma maneira diferenciada. A partir daí passou a pensar sobre o que poderia fazer para tornar sua horas de almoço mais especiais, foi aí que teve essa ideia, a qual chama de Hour Lunch. 

Ele foi então conversar com Oregon Food Bank, e eles adoraram a ideia. A partir de então as quartas-feiras, de terno completo, ele monta a única mesa do Director Park, com toalha quadriculada e fica sentado lá, por uma hora, somente ele, seu baú decorado de doações toda enfeitada e sua placa que diz “Eu estou pulando o almoço. Para que 30 crianças não fiquem sem. Você me acompanha?”.

“Pensamos que era uma ideia excelente, criativa e inteligente. É um pouco diferente do que costumamos ver.” disse Laura Golino de Lovato, diretora de desenvolvimento do banco de alimentos.

Cerca de 20 pessoas doam dinheiro toda semana. Ele já arrecadou cerca de US$ 400 e tudo foi repassado ao Banco de Alimentos de Oregon. Isso equivale a aproximadamente 1.200 refeições.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pulando-almoço-3

pulando-almoço-1

pulando-almoço-2

Você também pode contribuir para a causa pelo site dele clicando aqui!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.