Uma vida com vitiligo: da dificuldade de se autoceitar à voz de 4 milhões de brasileiros

“O olhar do outro é mais importante do que o seu próprio olhar?” O Akin Cavalcante entendeu que a resposta é não, mas levou um tempo. A aceitação do vitiligo não foi um processo linear. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Akin é o nosso convidado no 9º EP do Cafezoom, a série do Razões que convida pessoas a compartilharem histórias de vida tomando um bom cafezinho via videochamada. Na conversa, ele contou que chorou muito quando descobriu que tinha vitiligo. Andava pra cima e pra baixo com um espelhinho no bolso como se pudesse ter algum controle sobre a despigmentação de sua pele

Akin Cavalcante, personagem do Cafezoom sobre aceitação ao vitiligo
Foto: Reprodução/Instagram

O desespero só aumentava, mesmo o vitiligo sendo uma doença estética, em uma sociedade que dá tanto valor à imagem, conviver com a doença sem aceitá-la não deve ser uma coisa fácil.

“Eu não estou desfilando sozinho”

Mas, aos poucos, as coisas começaram a mudar e Akin recebeu convite para participar de um comercial. Foi quando sua carreira de modelo começou a deslanchar

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma vida com vitiligo: da dificuldade de se autoceitar à voz de 4 milhões de brasileiros 3
Foto: Reprodução/Instagram

Quando Akin pisou na passarela do São Paulo Fashion Week, maior evento de moda do país, ele não pisou sozinho: “O meu pensamento foi, ‘eu não estou desfilando sozinho’”. Akin refere-se aos 4 milhões de brasileiros que têm vitiligo.

Hoje, Akin inspira outras pessoas com vitiligo a se aceitarem ou a terem sua alegria de volta, porque “quando a nossa alegria é roubada, a nossa força é roubada”

Senta, pega um cafezinho e dá o play no 9º EP do Cafezoom:

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar)

Os outros episódios do Cafezoom estão disponíveis para você maratonar aqui.

Conheça a história de quatro mulheres que revolucionaram seus destinos, decidiram empreender em momentos de dificuldade e voaram alto!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Uma vida com vitiligo: da dificuldade de se autoceitar à voz de 4 milhões de brasileiros 5

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,145,534SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Dono de bar e clientes se unem para ajudar vendedor de amendoim que perdeu renda

Toda cidade tem suas noitadas e elas sempre têm aqueles vendedores ambulantes que já são conhecidos dos festeiros e frequentadores de bares. Mas como...

Histórias de pessoas que tiveram os celulares e documentos DEVOLVIDOS no carnaval

Das diversas histórias que a gente leu sobre o carnaval, várias eram sobre pessoas que foram assaltadas ou que perderam seus pertences e nunca...

Jovem com Síndrome de Down é convidado pelo irmão para ser seu padrinho de casamento e reação emociona

Só quem tem irmãos sabe como esta relação é especial, mas a reação de um jovem com Síndrome de Down ao ser convidado pelo...

Advogada trans entra para lista da Revista Forbes de jovens mais influentes do Brasil

Pouco depois de se formar em Direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), onde era bolsista, a advogada Gabriela Augusto, 28 anos, fundou a "Transcendemos",...

Garota de nove anos faz carta para seu professor que se assumiu gay

Uma garota de nove anos escreveu uma carta fofa para seu professor, após ele se assumir gay em uma aula para combater homofobia e...

Instagram

Uma vida com vitiligo: da dificuldade de se autoceitar à voz de 4 milhões de brasileiros 6