UnB inclui disciplina ‘Felicidade’ na sua grade curricular

A Universidade de Brasília (UnB) não promete fórmulas mágicas nem um passo a passo para os estudantes serem felizes na disciplina ‘Felicidade’, já que cada pessoa é feliz a sua maneira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é que os estudantes exercitem autoconhecimento, afeto, cuidado, solidariedade e respeito às diferenças para lidarem com situações adversas do dia a dia. A matéria será ofertada na Faculdade da UnB no Gama (FGA), no próximo semestre, para alunos de qualquer curso de graduação as inscrições estão encerradas.

“Não é uma porta para a felicidade e não trará um modelo fechado para isso”, contou o professor Wander Pereira, responsável pelas aulas do curso, ao site Metrópoles. “A ideia é tentar entender como podemos ser felizes aqui, no campus, e o que fazer para evitarmos a infelicidade”.

A disciplina pode parecer inusitada – alguns podem até dizer que serve para nada –, mas ela já é uma realidade mundo afora. É o curso mais popular nas universidades americanas Yale e Harvard, duas das universidades de maior prestígio no mundo.

A disciplina Felicidade da UnB é inspirada nessas experiências e será baseada em encontros dialogados, atividades individuais e em grupo, leituras e construção coletiva de textos e outras vivências.

“Pensar nessa disciplina é um desafio. Sabemos o que está começando, mas não o que vem depois. Estamos experimentando. Vamos usar técnicas consagradas pela psicologia que sugerem práticas para, por exemplo, se ter mais resiliência e saber lidar com frustrações e expectativas”, diz o professor Wander Pereira.

As aulas da disciplina ainda contarão com a participação de outros professores e profissionais de fora da universidade para debater questões específicas ou apresentar performances artísticas e culturais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A avaliação dos estudantes vai levar em conta a participação ativa em sala de aula, além da produção e apresentação coletiva do produto final: uma ação concreta da felicidade, podendo ser em forma de música, dança, teatro, jogo, aplicativo, página na internet ou vídeo.

A nova matéria na grade curricular da UnB integra um conjunto de iniciativas da FGA voltadas para a saúde mental e a qualidade de vida no campus, incluindo o acolhimento dos calouros no início do semestre, eventos esportivos, festivais, apresentações artísticas e encontros pedagógicos.

crédito da foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

984,978FãsCurtir
1,731,435SeguidoresSeguir
8,547SeguidoresSeguir
11,100InscritosInscrever

+ Lidas

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Mulher que sofre de ansiedade agradece a compreensão do seu namorado: “Há pessoas melhores que remédio”

Porque respeito e compreensão são fundamentais em qualquer relacionamento.

Motociclista salva mulher e taxista de alagamento em São Paulo

São Paulo amanheceu debaixo de chuva nesta segunda (10). A Marginal Tietê, uma das principais vias da capital paulista, ficou submersa, colocando em risco...

Instagram