UnB inclui disciplina ‘Felicidade’ na sua grade curricular

A Universidade de Brasília (UnB) não promete fórmulas mágicas nem um passo a passo para os estudantes serem felizes na disciplina ‘Felicidade’, já que cada pessoa é feliz a sua maneira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é que os estudantes exercitem autoconhecimento, afeto, cuidado, solidariedade e respeito às diferenças para lidarem com situações adversas do dia a dia. A matéria será ofertada na Faculdade da UnB no Gama (FGA), no próximo semestre, para alunos de qualquer curso de graduação as inscrições estão encerradas.

“Não é uma porta para a felicidade e não trará um modelo fechado para isso”, contou o professor Wander Pereira, responsável pelas aulas do curso, ao site Metrópoles. “A ideia é tentar entender como podemos ser felizes aqui, no campus, e o que fazer para evitarmos a infelicidade”.

A disciplina pode parecer inusitada – alguns podem até dizer que serve para nada –, mas ela já é uma realidade mundo afora. É o curso mais popular nas universidades americanas Yale e Harvard, duas das universidades de maior prestígio no mundo.

A disciplina Felicidade da UnB é inspirada nessas experiências e será baseada em encontros dialogados, atividades individuais e em grupo, leituras e construção coletiva de textos e outras vivências.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Pensar nessa disciplina é um desafio. Sabemos o que está começando, mas não o que vem depois. Estamos experimentando. Vamos usar técnicas consagradas pela psicologia que sugerem práticas para, por exemplo, se ter mais resiliência e saber lidar com frustrações e expectativas”, diz o professor Wander Pereira.

As aulas da disciplina ainda contarão com a participação de outros professores e profissionais de fora da universidade para debater questões específicas ou apresentar performances artísticas e culturais.

A avaliação dos estudantes vai levar em conta a participação ativa em sala de aula, além da produção e apresentação coletiva do produto final: uma ação concreta da felicidade, podendo ser em forma de música, dança, teatro, jogo, aplicativo, página na internet ou vídeo.

A nova matéria na grade curricular da UnB integra um conjunto de iniciativas da FGA voltadas para a saúde mental e a qualidade de vida no campus, incluindo o acolhimento dos calouros no início do semestre, eventos esportivos, festivais, apresentações artísticas e encontros pedagógicos.

crédito da foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,491,052SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Juiz faz audiência na casa de idoso para conceder sua aposentadoria

“Vejo que por trás de processos há vidas", declarou o juiz.

Motoboy que fazia entregas a pé monta o próprio negócio com ajuda de vaquinha

Genteeee, o motoboy Anderson vai montar um lava a jato com ajuda da vaquinha que criamos! Anderson foi visto fazendo entregas a pé depois que...

Garota traduz música para sua amiga surda em festival de música eletrônica

Keelin é ouvinte e Monica é Surda e as duas adoram música eletrônica. Elas se conheceram quando foram companheiras de quarto na faculdade e...

Aos 94 anos, ex-presidente americano volta a construir casas populares após cirurgia

O ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter vai voltar a ajudar na construção de casas populares no país logo após uma cirurgia no quadril.

Menina de 9 anos vende pulseiras por R$ 5 para realizar o sonho de construir casa para família

A Lorelayse tem apenas 9 anos e já carrega no coração, sonho de gente grande! Ela começou a vender pulseirinhas de miçanga para ajudar...

Instagram