UNESCO defende a discussão de gênero e sexualidade nas escolas

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil defende há algum tempo a discussão de gênero e sexualidade nas escolas para prevenir a violência contra a mulher e a população LGBT.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A UNESCO no Brasil acredita que o debate sobre sexualidade e gênero contribui para uma educação mais inclusiva, equitativa e de qualidade. “Isso se torna ainda mais importante uma vez que a educação é compreendida como processo de formar cidadãos que respeitem às várias dimensões humanas e sociais sem preconceitos e discriminações”, diz a agência da ONU.

Como país-membro das Nações Unidas, o Brasil assinou em 2015 o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Um dos 17 objetivos a serem cumpridos é a garantia de ambientes de aprendizagem seguros e não violentos, inclusivos e eficazes, e a promoção da educação para a igualdade de gênero e dos direitos humanos.

“Esta agenda dedica especial atenção à discriminação baseada em gênero, bem como a grupos vulneráveis, e para assegurar que ninguém seja deixado para trás. Nenhum objetivo de educação deve ser considerado cumprido a menos que seja alcançado por todos”, afirmou trecho do documento da reunião, realizada em novembro do ano passado, paralelamente à 38ª Conferência Geral da UNESCO, com a presença de ministros e especialistas.

A organização defende em todos os seus documentos oficiais estratégias de educação em sexualidade e o ensino de gênero nas escolas de ensino fundamental para que homens e mulheres, meninos e meninas tenham os mesmos direitos, para prevenir e erradicar todo tipo de violência, especialmente a violência de gênero.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações da ONU Brasil

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,145,419SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após vaquinha, idoso que mora há 18 anos em condições desumanas numa cabana ganha casa

Seu Arlindo vive há 18 anos em uma cabana que ele mesmo construiu em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. Sozinho no mundo, a barraca...

Crianças leem para cães que sofreram maus tratos e os ajudam a interagir com humanos

A doçura das crianças prova, mais uma vez, o seu poder regenerador. No Estado do Missouri (EUA), elas estão ajudando cães que sofreram maus tratos...

Novo modelo de tijolo funciona como isolamento acústico e dissipador de calor

Os arquitetos colombianos Miguel Niño e Johanna Navarro, do escritório de arquitetura  Sumart Diseño y Arquitectura SAS desenvolveram o BT (Bloque Termo dissipador), desenvolveram um tijolo de...

“Praticar e não desistir”: filha de agricultores do RN tira nota 1000 na redação do Enem

A estudante potiguar Evely Aparecida Silva, 20 anos, tirou nota 1000 na redação do Enem (o Exame Nacional do Ensino Médio), cujas notas foram...

Youtuber deficiente visual discute acessibilidade e compartilha sua paixão pela música

“Não gosto quando nos definem com rótulos de superação e heroísmo. Somos pessoas com deficiência. Tem que haver um equilíbrio neste pêndulo.”

Instagram