Universidade Federal do Paraná recebe refugiados universitários

Hora de sentir orgulho de uma iniciativa brasileira junto aos tristes acontecimentos dos refugiados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Universidade Federal do Paraná abriu suas portas para que refugiados que queiram continuar seus estudos tenham oportunidade.

Não há necessidade de fazer vestibular e os interessados podem começar já em 2016.

Segundo o vice-reitor, Rogério Mulinari, em entrevista ao CGN, a intenção é inserir esses grupos com melhor qualificação no mercado de trabalho, e assim dar condições de melhor sustento familiar para eles.

A solicitação é gratuita e deve ser feita na própria universidade até o dia 13 de novembro. Para isso basta levar um formulário bilíngue próprio da universidade, um histórico escolar, documento de identidade, cópia da página do passaporte e cópia do documento do CPF.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais detalhes estão na página da UFPR e no edital da proposta.

Aliás, você sabia que o Brasil é o país latino-americano que mais recebe refugiados sírios? Atualmente, temos quase 3.000 legalmente aqui.

12188971_972994702744334_4150501222939926144_n

Fonte: Brasil Post

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,765,320SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Para dar importante ensinamento aos alunos, professora de filosofia se veste de faxineira

Uma aula inusitada no Instituto Federal Sertão Pernambucano, na zona rural de Petrolina, Pernambuco, chamou atenção nos últimos dias. Para chamar a atenção dos alunos, a...

Pai corre maratona para custear tratamento da filha com paralisia intestinal

A jovem inglesa Beau, de 21 anos, tem paralisia intestinal. Por conta da doença, ela só consegue se alimentar por tubos há cinco anos....

Funcionária do Walmart salva Natal de senhor que sofreu um golpe

A funcionária desconfiou da história que quase fez o senhor perder 2300 dólares.

Senhora desapega de objetos e investe em projetos sociais

“Com um consumo mais consciente, é possível gastar tempo e energia em coisas mais bacanas, como viajar e ajudar o próximo."

Instagram