Universidade Federal do Paraná recebe refugiados universitários

Hora de sentir orgulho de uma iniciativa brasileira junto aos tristes acontecimentos dos refugiados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Universidade Federal do Paraná abriu suas portas para que refugiados que queiram continuar seus estudos tenham oportunidade.

Não há necessidade de fazer vestibular e os interessados podem começar já em 2016.

Segundo o vice-reitor, Rogério Mulinari, em entrevista ao CGN, a intenção é inserir esses grupos com melhor qualificação no mercado de trabalho, e assim dar condições de melhor sustento familiar para eles.

A solicitação é gratuita e deve ser feita na própria universidade até o dia 13 de novembro. Para isso basta levar um formulário bilíngue próprio da universidade, um histórico escolar, documento de identidade, cópia da página do passaporte e cópia do documento do CPF.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais detalhes estão na página da UFPR e no edital da proposta.

Aliás, você sabia que o Brasil é o país latino-americano que mais recebe refugiados sírios? Atualmente, temos quase 3.000 legalmente aqui.

12188971_972994702744334_4150501222939926144_n

Fonte: Brasil Post

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,289,873SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Sacola biodegradável ajuda no saneamento básico de regiões não desenvolvidas

Certas coisas nos fazem ver quão ricos somos, mesmo tendo pouco, ou como as necessidades de alguns países, cidades ou tribos são as mais básicas possíveis. Para...

Pizzaria ensina garoto que estava chorando a fazer pizza para acalmá-lo

Heitor estava fazendo birra. A dona da pizzaria o chamou para aprender a fazer pizza. O pizzaiolo ensinou o processo e o garoto ainda ganhou a pizza.

Médica veterinária é a primeira mulher negra a vencer competição científica FameLab Brasil

Um copo com gelo na mão, camiseta de super-heróis e um conceito em mente. É assim que Gabriela Ramos Leal, 34 anos, começa o vídeo...

#gentilezanacopa: a demonstração de altruísmo do jogador grego Giórgos Samarás

A Copa do Mundo do Brasil, ao contrário do que pregavam algumas previsões catastróficas, está acontecendo e com muitos momentos de emocionar os torcedores....

A cada peça de roupa comprada, você ajuda uma criança pobre do mundo

Um dos grandes desafios da humanidade é garantir a todas as crianças direitos básicos, como educação, alimentação e moradia. O fato é que muitas...

Instagram

Universidade Federal do Paraná recebe refugiados universitários 1