Universidade Federal do Paraná recebe refugiados universitários

Hora de sentir orgulho de uma iniciativa brasileira junto aos tristes acontecimentos dos refugiados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Universidade Federal do Paraná abriu suas portas para que refugiados que queiram continuar seus estudos tenham oportunidade.

Não há necessidade de fazer vestibular e os interessados podem começar já em 2016.

Segundo o vice-reitor, Rogério Mulinari, em entrevista ao CGN, a intenção é inserir esses grupos com melhor qualificação no mercado de trabalho, e assim dar condições de melhor sustento familiar para eles.

A solicitação é gratuita e deve ser feita na própria universidade até o dia 13 de novembro. Para isso basta levar um formulário bilíngue próprio da universidade, um histórico escolar, documento de identidade, cópia da página do passaporte e cópia do documento do CPF.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais detalhes estão na página da UFPR e no edital da proposta.

Aliás, você sabia que o Brasil é o país latino-americano que mais recebe refugiados sírios? Atualmente, temos quase 3.000 legalmente aqui.

12188971_972994702744334_4150501222939926144_n

Fonte: Brasil Post

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Universidade Federal do Paraná recebe refugiados universitários 1

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,075,725SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vaquinha para vendedor de empanadas que sofreu humilhação na rua arrecada R$ 146 mil em menos de 24h

Gente, vocês são incríveis!!! Em menos de 24 horas, batemos a meta da vaquinha do Leandro, menino de 14 anos que sofreu humilhação na...

Conheça a história de mãe e filha que se tornaram médicas juntas e agora iniciam residência

O fruto não cai longe do pé. As médicas Cynthia Kudji Sylvestere e Jasmine Kudji provam o ditado. Elas são mãe e filha, fizeram...

Professora usa funk e rap para aproximar conteúdo da realidade dos estudantes

Já foi falado inúmeras vezes que a melhor forma de ensinar os alunos é partindo da sua realidade. Mas, por uma série de fatores,...

Idoso de 84 anos doa rim para sua vizinha, de 72: “Serei eternamente grata”

Certo dia, a aposentada Linda Nall, 72 anos, colocou uma placa no jardim de sua casa com os seguintes dizeres: “Eu sou do tipo...

Pernambucano superdotado de apenas 12 anos ganha intercâmbio para estudar inglês no Canadá

Popularmente conhecidos como superdotados, estima-se que no Brasil existam 13.308 pessoas com altas habilidades. Uma delas é o garoto Davi Fernandes da Silva, de...

Instagram

Universidade Federal do Paraná recebe refugiados universitários 2