Universitários tiram dúvidas de estudantes sem condições de estudar para o ENEM

Clique e ouça:

Isso é fantástico! Está todo mundo discutindo sobre a realização ou não do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) este ano por causa da pandemia, porque muitos candidatos não vão ter como estudar, principalmente os de escola pública.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aí começou uma corrente na internet de várias pessoas oferecendo ajuda para aqueles que não têm como estudar, não têm como pagar por videoaulas, ou simplesmente não têm recursos como livros e outros.

Os voluntários disponibilizam um contato telefônico e, através de videochamada, vão tirando dúvidas, explicando assuntos, debatendo temas, dentro das áreas de conhecimento que dominam.

Giovanna Ávila, de Recife (PE), tem 20 anos, faz Direito, tirou 940 pontos na redação do ENEM e se disponibilizou a ajudar as pessoas tirando dúvidas em redação e história.

Eu estudei em uma escola EXCELENTE. Mas a gente sabe que essa não é a realidade de MUITA gente. Em sempre amei ajudar pessoas”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Prints de postagens do Instagram com oferta de auxílio para o ENEM

Até um material de estudo ela está elaborando, um e-book com estrutura da redação, exercícios práticos, perguntas. Clique aqui para ter acesso. E várias pessoas já estão buscando ajuda.

Prints de postagens do Instagram com oferta de auxílio para o ENEM

Giovanna já passou por muitos momentos difíceis na adolescência, superou a depressão, viu o sofrimento do irmão com câncer e, por isso, ela também se disponibilizou a ajudar as pessoas que estão com ansiedade para que possam ter alguém que as escute.

Duas garotas se abraçando e sorrindo uma para a outra
Giovanna quer oferecer a sensibilidade que tem para diminuir também a ansiedade das pessoas. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você por ajudar um jovem que sonha em ser chef de cozinha e que tocou o coração dos internautas depois de postar fotos de pratos bem simples. Criamos uma vaquinha no VOAA. Clique e contribua!

Quem também fez isso foi o Rafael Lucena, de João Pessoa (PB). Rafa tem 19 anos, cursa Economia e se disponibilizou a ajudar em matemática e história. Mais de dez pessoas já o procuraram.

Prints de postagens do Instagram com oferta de auxílio para o ENEM

“Eu senti a necessidade de fazer algo, não dá pra simplesmente deixar passar, porque na minha visão o ENEM é sim para reparar desigualdades. Não podemos nos trancar dentro de casa nas condições que nós temos enquanto tem gente que nem casa tem, nem internet e temos que ajudar como podemos”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Garoto de boné posando pra foto em frente à praia
Rafael quer ajudar as pessoas para contribuir na correção de injustiças sociais. Foto: Arquivo pessoal

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Jovem de comunidade que vai estudar medicina em Harvard abre cursinho para o ENEM

E só quem já precisou sabe a importância de uma ajuda para conseguir sucesso no ENEM. Marcinho é um jovem de uma comunidade de Itaquera (SP), filho de uma família de catadores de materiais recicláveis, e que agora vai cursar medicina em Harvard (EUA).

Mas o caminho para chegar até lá teve a ajuda de muita gente. Entre trabalho e estudo, ele conseguiu fazer um cursinho de graça em que estudantes de medicina eram os professores.

Os outros alunos pagavam a refeição e o transporte para ele e um dos professores chegou a pagar um cursinho por fora para ele passar em medicina na Universidade Federal de Uberlândia.

Por causa disso, hoje ele lançou uma plataforma para ajudar outras pessoas assim como ele foi ajudado. “Criamos pensando nas pessoas que estão na quarentena, que não têm condição de pagar por um cursinho particular”, disse.

Prints de postagens do Instagram com oferta de auxílio para o ENEM

Os alunos podem ter aulas com universitários na plataforma online. Já se inscreveram mais de 1.500 estudantes. “A transformação que a educação provocou na minha vida só foi possível porque fizeram o melhor por mim”, disse ele.

Rapazes sentados em escadaria de biblioteca
Marcinho e seu amigo Deir Grassi que o ajudou a fundar o site. Foto: Arquivo pessoal

Ele agora busca patrocínios porque a ideia é levar capacitação também para os estudantes que não têm computador ou internet. “Queremos que chegue nos alunos das escolas públicas porque são os mais prejudicados neste momento, são pessoas que querem e talvez nunca acessem a universidade”, finalizou.

Vocês todos estão dando um show de empatia e sensibilidade. Conhecimento é isso, feito pra ser compartilhado.

Escute o que as pessoas estão fazendo para ajudar as outras no ENEM no podcast da semana do Razões para Acreditar.

Inscrições prorrogadas

As inscrições para a prova foram prorrogadas até as 23h59 da próxima quarta (27). A taxa deve ser paga até quinta (28).

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

selo conteúdo original

Fotos: Arquivo pessoal

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,052,573FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,530SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Mãe que anunciou faxina por R$ 20 para alimentar filhos comove internautas e recebe R$ 53 mil em doações

A jovem mãe Liliane está desempregada e as faxinas foi o meio que encontrou pra não faltar comida em casa.

Sambista Arlindo Cruz volta a falar três anos depois do AVC

O cantor Arlindinho, filho de Arlindo Cruz, deixou uma mensagem em suas redes sociais que nos encheu de alegria: após mais de três anos...

Instagram

Universitários tiram dúvidas de estudantes sem condições de estudar para o ENEM 13