Professor visto pedindo emprego semáforo é contratado com ajuda das redes sociais


Professor visto pedindo emprego semáforo é contratado com ajuda das redes sociais 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

O analista de sistemas Jair da Silva, de 61 anos, conseguiu voltar ao mercado de trabalho depois que a história dele pedindo emprego no trânsito de São Paulo repercutiu nas redes sociais.

Silva passou seis meses desempregado. Sem saber mais o que fazer para sair do desemprego, ele imprimiu centenas de cartões de visitas e foi distribuí-los para motoristas que passavam pelo Largo da Batata e pela avenida Faria Lima, na zona oeste, no dia 28 de agosto. Dias depois, ele foi para outro ponto, um cruzamento próximo a sua casa no Jardim São Paulo, bairro de classe média da zona norte.

_91400499_0f2800c4-bff1-43dc-a3b9-2b0c9a45e1e3

A parte da frente dos cartões trazia seu nome, telefone, e-mail e a frase “Solicito uma oportunidade profissional”. No verso, as atividades que exerceu como professor universitário, gerente administrativo e de negócios.

PUBLICIDADE ANUNCIE

A história foi parar no Facebook e no LinkedIn (rede social para contatos profissionais) e teve ampla repercussão. Uma reportagem publicada pela BBC Brasil, na última terça-feira (27), também contribuiu para repercutir a história de Silva. Até sexta-feira, a publicação tinha recebido mais de 14 mil reações, 2,8 mil compartilhamentos e centenas de comentários sobre a situação do professor universitário.

Menos de um mês depois, Jair recebeu a ligação de uma pequena empresa da área de saúde, localizada no bairro de Pinheiros, querendo contar com seus serviços. Ele começou no novo trabalho nesta segunda-feira (3).

_91467956_1d

“O diretor da empresa não quer publicidade. Mas ele me disse que me achou para a vaga depois de ler a reportagem [da BBC Brasil]”, disse Silva.

Ele será responsável pelas áreas administrativa e financeira da empresa, “com um dedo no comercial”, explicou em entrevista à BBC Brasil. “Também vou atualizar o sistema de informática. Enfim, tudo dentro do que sei”, finaliza.

Todas as imagens: BBC Brasil

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar