Vacina inédita contra o HIV tem resultado promissor, revelam pesquisadores

Engana-se quem pensa que o mundo está longe de erradicar o HIV – vírus da imunodeficiência humana. É o que mostra um estudo de fase 1 realizado pela Iniciativa Internacional pela Vacina da Aids (Iavi) e o Scripps Research Institute.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Juntos, eles desenvolveram uma vacina inédita contra o HIV que mostrou eficácia em 97% dos voluntários.

vacina contra hiv
Foto: National Institutes of Health (NIH)

A pesquisa foi encabeçada nos Estados Unidos e o imunizante, produzido a partir desta parceria, foi apontado por pesquisadores como um dos primeiros a superar um dos maiores desafios no desenvolvimento de compostos contra o vírus, que é estimular pelo organismo a produção dos chamados anticorpos amplamente neutralizantes – ou BNAbs.

No entanto, foi exatamente isso o que aconteceu com a vacina, que estimulou a produção de anticorpos potentes contra o vírus em quase 100% dos humanos que realizaram os testes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como funcionou o estudo

Nesta primeira etapa, a pesquisa trabalhou com 48 adultos saudáveis, que receberam o imunizante. Em seguida, amostras sanguíneas mostraram que os 97% dos voluntários haviam produzido anticorpos contra o vírus.

A grande inovação do estudo foi ativar com precisão os linfócitos B, células que estão por trás da secreção dos BNAbs, como explica William Schief, diretor executivo do Centro de Anticorpos Neutralizantes (NAC) da Iavi: “Os dados deste ensaio afirmam a capacidade do imunógeno da vacina de fazer isso”, explicou o imunologista.

vacina contra hiv
Foto: Joseph Jardine, Sergey Menis, e William Schief of Scripps Research/IAVI

A estratégia proposta pelo grupo é chamada de direcionamento de linha germinativa, uma vez que consiste em direcionar a produção de células B virgens com propriedades específicas, capazes de atacar diferentes variações do HIV.

Inovador, o método também pode ajudar a comunidade científica a criar vacinas eficazes contra a dengue, zika, hepatite C e malária. O próximo passo é continuar os testes, desta vez, com mais voluntários.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Acreditamos que este tipo de engenharia de vacina pode ser aplicado de forma mais ampla, inaugurando uma nova era na vacinologia”, comemora Dennis Burton, presidente do Departamento de Imunologia e Microbiologia do Scripps Research Institute.

vacina sendo aplicada braço pessoa
Foto: Unsplash

O vírus HIV continua a ser uma grande questão para a saúde pública brasileira e mundial, mesmo que os primeiros casos tenham sido relatados ainda nos anos 1980. Felizmente, graças aos avanços científicos, hoje as pessoas conseguem conviver com ele e alguns pacientes até mesmo já foram curados da AIDS.

Assim como um paciente de Londres, que foi submetido a um transplante de células-tronco. Contamos esta história aqui, relembre!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Revista Galileu

 

Mais razões para acreditar? Dá o play!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM








Vacina inédita contra o HIV tem resultado promissor, revelam pesquisadores 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,144,250SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fonoaudióloga reproduz condição de crianças em bonecos

"É comum em uma reinternação hospitalar o boneco ficar internado com a criança, recebendo ‘os mesmos cuidados’.”

Sistema de descarga a vácuo reduz consumo de água em até 90%

Diminuir o desperdício de água é uma necessidade urgente. Enquanto muitas cidades brasileiras passam por períodos de crise de abastecimento, devido à estiagem e...

Cadela resgata por ciclistas após ter sido atropelada dá à luz nove filhotes

Um grupo de ciclistas resgatou uma cadela ferida em uma rodovia próxima à cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O animal...

Mãe constrói casa com materiais recicláveis para passar mais tempo com a filha

Lulu cresceu na Argentina, mas hoje vive nos Estados Unidos. Mãe solteira, ela precisava estudar e trabalhar em tempo integral para sustentar sua pequena...

Com doença rara, jovem que não pode se expor ao sol comprará sua própria casa adaptada após vaquinha

Karine é uma guerreira que luta pela vida! Ela tem uma doença rara que causa lesões na pele e nos olhos. A jovem já...

Instagram

Vacina inédita contra o HIV tem resultado promissor, revelam pesquisadores 4