SP transforma vagas de estacionamento em jardins para minimizar alagamentos e poluição nas vias públicas

A Subprefeitura Sé, em São Paulo, acabou de transformar duas vagas de estacionamento de carros em espaços verdes, com jardins, bancos, mesas e paraciclo para bicicletas. Os microambientes ficam nas ruas Conselheiro Brotero e Capistrano de Abreu, na Barra Funda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Microambiente na Rua Conselheiro Brotero
Microambiente na Rua Conselheiro Brotero. | Reprodução: Ciclovivo

Os microambientes fazem parte de uma proposta de espaços para possibilitar mais lazer, permeabilidade e biodiversidade para a população.

Os primeiros espaços foram idealizados pelo Subprefeito da Sé, Roberto Arantes, que reuniu uma equipe com o arquiteto e paisagista, André Graziano e o biólogo, Rodrigo Silva.

Por todos os espaços, as equipes envolvidas plantaram árvores, distribuídas em um jardim de chuva, que “colhe” água na cidade e minimiza os efeitos de alagamentos e de poluição nas vias públicas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

André Graziano explica que os espaços são muito favoráveis para a população, pois “os microambientes diferenciados cumprem funções culturais, ecossistêmicas, paisagísticas, lúdicas e até esportivas. São exemplos de sustentabilidade ao alcance da população”.

Entre os tipos de plantas escolhidos para os microambientes, estão: dracena-vermelha, eritrina, dracena marginata, rabo-de-galo, grama-amendoim, bromélia, alfazema, manjericão e agapantos.

microambiente para a população
Reprodução: Ciclovivo

“O espaço já mudou a cara da rua e os moradores abraçaram a ideia”

O biólogo Rodrigo Silva está muito feliz com a aceitação dos microambientes pelos moradores. “O espaço já mudou a cara da rua e os moradores abraçaram a ideia. Ficamos muito felizes quando encontramos outras espécies plantadas nos jardins. É gratificante, pois sabemos que esses espaços serão cuidados com muito carinho pelos munícipes”, disse.

Já o Subprefeito, Roberto Arantes, afirma que os microambientes favorecem a mobilidade urbana. “Os ambientes que estamos criando não somente atendem estruturas de apoio à mobilidade, mas também se pretende que os atuais bolsões de estacionamento venham a ser complementados com espaços delimitados, gerando oferta de usos urbanos para seus usuários e ampliando o grau de gentileza municipal”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

microambiente
Reprodução: Ciclovivo

Outros bairros serão atendidos com microambientes

A aceitação dos microambientes foi tão positiva, que a equipe da Subprefeitura Sé vai criar os espaços em outros bairros, dentro da sua área administrativa. São eles: Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República e Sé.

Os moradores também podem ajudar na melhoria dos espaços verdes. Quem puder, pode enviar sugestões para a Subprefeitura, com ideias para criação de pequenos espaços nas ruas e avenidas do Centro. A intenção é gerar mais sustentabilidade, através de ações de estar, lazer, permeabilidade e biodiversidade.

E foi o que fez Gustavo dos Santos. Ele conseguiu a liberação de um microambiente na Rua Pires da Mota, nº 537, na Aclimação. Essa foi a primeira área a receber a vaga verde, a partir da indicação de um morador. O espaço ainda está em construção, mas logo todos poderão aproveitar os benefícios.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gustavo mostrou o local para implementação da vaga verde para os coordenadores do programa. O jovem ainda contou que tem paixão pela natureza e que o pai é um grande cultivador de bromélias.

Em uma área em frente à casa do Gustavo, já existem algumas flores cultivadas. Quem plantou e cuida do pequeno jardim é o pai e a avó do Gabriel.

jardim de chuva
Reprodução: Ciclovivo

 

Gustavo já conhecia os jardins de chuva do Parque da Aclimação, então quando soube das vagas verdes arriscou enviar o pedido para que a Subprefeitura levasse o projeto até a sua região. “Achei a ideia muito legal. Não achei que seria tão rápido. Fiquei surpreso!”, afirmou.

Todo o projeto é cuidadosamente planejado

André, que é o arquiteto responsável pelo desenho das vagas verdes, diz que todo o espaço é analisado cuidadosamente.

Além de estudarmos a drenagem do local, a retenção das águas da chuva caem nessa rua com intensidade, nós desenhamos um projeto para contemplar todas as características do jardim de chuva: permeabilidade do solo, árvores plantadas fora do alcance da fiação, um espaço gentil com muito verde e bromélias”, explicou.

Já Rodrigo falou que uma muda rara de ipê verde será plantada no espaço indicado por Gustavo, além das espécies nativas, que foram sugeridas pelo morador.

Programa Gentileza Urbana

As vagas verde são parte do Programa Gentileza Urbana da Subprefeitura Sé. A iniciativa busca criar pequenos espaços nas ruas e avenidas do Centro de São Paulo, para aumentar as áreas de estar, lazer, permeabilidade e biodiversidade.

Para que o programa aconteça, a Subprefeitura integrou alguns projetos que já foram entregues à população. São eles: bosques de conservação urbana, jardins de chuva, biovaleta, escadaria verde, calçada com poços de infiltração e vagas verdes.

Bosque das Maritacas
Bosque das Maritacas | Reprodução: Ciclovivo

A meta da Subprefeitura Sé é atingir os 20 mil m2 de áreas com jardins de chuva. Hoje, já foram entregues 28 deles e há 3 em execução.

FONTE: Ciclovivo

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Internautas criam vaquinha para garoto que vende salgados para construir sua casa (MA)

Todos os dias, o pequeno Nicolas, 10 anos, de Paço do Lumiar (MA), levanta às 3h da manhã e sai pelas ruas do bairro...

Uma cachorra que adotou crianças que foram abandonadas pela mãe alcoólatra

Depois que a mãe de Mbogo, de 7 anos e Mbogo, de 6 anos, abandonou os filhos por ter se tornado alcoólatra, a cachorra...

Startups com foco em negócios de impacto social serão selecionadas e receberão US$ 6.600 dólares cada

O Ford Fund, braço filantrópico da Ford, e a Artemisia vão selecionar e apoiar empreendedores de startups focadas no desenvolvimento de negócios de impacto...

Fã do goleiro Cássio, garoto com luvas de borracha receberá presente do ídolo

E tudo começou com um presente dos amigos da escola.

Menino de 11 anos vende conselhos no metrô de Nova York por 2 dólares

Ao invés de limonada, garoto vende conselhos e faz o maior sucesso.

Instagram