Internautas se mobilizam por vaquinha para mãe solo que faz crochê para pagar cirurgias do filho

0
1076
Mãe e filho tirando foto
Marilene luta para que Everton passe pelas cirurgias necessárias. Foto: reprodução / VOAA

A história de luta de Marilene Castro, 40 anos, e seu filho Everton, 13, é de emocionar qualquer um. Esta guerreira de Fortaleza (CE) aprendeu a fazer crochê para sustentar sozinha a casa e tentar pagar as cirurgias do adolescente, que tem uma série de condições especiais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além do dinheiro que consegue com o crochê, Marilene recebe um pequeno auxílio do governo, que é usado para pagar o aluguel da casinha em que os dois vivem. Para piorar a situação, as vendas das peças produzidas por ela diminuíram durante a pandemia.

Marilene e Everton contam com seu apoio. Criamos uma vaquinha na VOAA para ajudar esta mulher guerreira; clique aqui para contribuir!

A luta de Marilene, em especial, é para que seu filho consiga realizar as cirurgias que precisa. Everton nasceu com hidrocefalia, paralisia, epilepsia e com uma luxação no quadril que deveria ter sido operada quando ele ainda era bebê.

Mãe e filho abraçados
Marilene passou a cuidar sozinha de Everton após a morte do pai do menino, há cinco anos. Foto: reprodução / VOAA

O jovem sofre com fortes dores e não tem medicamentos para tomar. Marilene até tenta marcar as cirurgias de Everton pelo SUS, mas com a pandemia do novo coronavírus a mãe não recebe nem previsão de quando os procedimentos poderiam ser realizados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Os médicos ficam adiando a cirurgia, porque sabem que não mata, mas meu filho sofre com essas dores e ainda sem tomar medicamentos. Ele é só uma criança e eu, como mãe, me corta o coração”, contou Marilene ao Razões.

O pai de Everton morreu há cinco anos e a sua irmã mais velha ajuda como pode, mas por morar sozinha, não consegue dar o apoio financeiro necessário para família.

Com o dinheiro da campanha Marilene poderá pagar as três cirurgias que Everton precisa fazer. A mãe, inclusive, já está em contato com o médico que realizará o procedimento capaz de dar mais conforto ao garoto.

Não deixe de contribuir com a vaquinha da VOAA!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.