Internautas criam vaquinha para comprar próteses de mulher que teve as mãos decepadas pelo ex-marido

Chegou até nós a história da Geziane Buriola da Silva, 33 anos, de Campo Novo do Parecis (MT), que há dois anos sofreu uma tentativa de feminicídio pelo ex-marido. Com um facão, ele decepou suas mãos, além de esfaqueá-la na cabeça, nos ombros, no pescoço e nas nádegas.  Seu sonho é poder ter as próteses para conseguir retomar a sua vida. Por isso, criamos a vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu não consigo fazer as coisas simples do dia a dia, como pentear o cabelo, fazer minha comida, é muito difícil viver assim. Os vizinhos e os meus filhos me ajudam”, relatou Geziane.

Desde o crime, ela passou por um longo período de recuperação, ficou 20 dias na UTI. Hoje, não consegue trabalhar, vive de doações e conta também com um salário mínimo referente a uma aposentadoria, que usa para pagar o aluguel, as contas básicas, além de ajudar a mãe que cuida dos seus filhos de 13 e 8 anos.

Para ajudá-la, fizemos orçamento das próteses, conseguindo chegar num modelo que seja de qualidade e eficiente para ela no dia a dia.

“As próteses são caríssimas, eu cheguei a comprar uma de plástico, não conseguia usar, e ela quebrou facilmente. Eu preciso de uma que seja mais flexível, que realmente me ajude nas atividades diárias”, contou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

mulher mãos decepadas pelo ex-marido

 A tentativa de feminicídio

Esse crime terrível ocorreu no dia 10 de abril de 2017. Recentemente o ex-marido, Jair, foi condenado a 15 anos de prisão.

Ele planejou tudo. Há cinco dias ele amolava a faca. Foi do nada. Foi um dia terrível”, disse. “Queria cortar o meu pescoço, na hora, coloquei as mãos na frente e consegui fugir, pedi ajuda para os vizinhos.”

mulher mãos decepadas mexendo celular

Hoje, ela optou por morar sozinha, os filhos, um de 13 e outro de 8 anos, moram com a mãe dela. “Eu tenho que aprender a me virar, mesmo com as minhas limitações. Está sendo muito difícil, eu me queimo sempre quando faço comida”, relatou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As próteses para Geziane

Durante um mês, orçamos as próteses para ajudar a Geziane. Através de uma empresa de Cuiabá (MT), conseguimos definir o valor da vaquinha e o modelo ideal e acessível para a realidade dela. As próteses para amputação de antebraços esquerdo e direito serão do modelo Myofacil da marca Ottobock com a empresa Propedia Órteses e Próteses de Cuiabá (MT) que nos ajudou com as informações. É uma prótese mioelétrica que possibilitará a ela um elevado ganho de independência. Clique aqui e contribua.

“O controle da prótese Myofacil é através de sinais elétricos. Tais sinais podem ser medidos na superfície cutânea, quando o usuário contrai determinados músculos da antebraços. Sensores na forma de eletrodos localizados no encaixe captam esses sinais, realizando sua conversão para controlar o motor que movimenta a mão. Assim, o usuário pode abrir e fechar a mão”, informa o documento que recebemos da empresa de Cuiabá.

Além das próteses, serão compradas mais três luvas de silicones no valor de R$ 1.500 cada uma, que são essenciais para proteger a peça em casos de lavar uma louça, por exemplo.

Conheça os detalhes desta prótese:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

manual prótese braço

pessoa prótese braço andando bicicleta
Com a mão do sistema de prótese MyoFacil, a pessoa pode segurar e segurar uma variedade de objetos. Isso proporciona uma nova liberdade de movimento, especialmente no ambiente doméstico. Foto: Ottobock.com

Vamos ajudar a Geziane a conseguir suas próteses? Clique aqui e contribua com a vaquinha!

crédito das fotos: TVCA/Reprodução e Arquivo Pessoal

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,839,477SeguidoresSeguir
24,786SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professora de Matemática reduz notas vermelhas com projeto de empreendedorismo 

Entre uma lição e outra de Matemática, Karen conseguiu inserir algo importante na vida das crianças. “Eles passaram a entender que a Matemática existe fora da escola e que é necessária para a vida.”

Multidão se reúne para assistir vovó dançando ao som de beatbox e vídeo viraliza

Não é todo mundo que possui a capacidade de "dançar como se ninguém estivesse vendo". Portanto, é inspirador assistir uma vovó dançando sem se...

Senhora de 94 anos se forma na faculdade: “Tenho muito mais a aprender”

Com quantos anos você acha que uma pessoa deve entrar na faculdade? 18? 22? Pois essa senhora esperou um pouquinho mais. A história de Amy...

30 fotos mostram que os olhos são mesmo as janelas da alma

Os olhos são as janelas da alma: uma frase que reflete perfeitamente o que sentimos quando nosso olhar mergulha em outro. O fotógrafo francês Rehahn...

Médica canta música para vovó, que melhora e recebe alta

A clínica geral cantou para a idosa a canção “Como é grande o meu amor por você”, de Roberto Carlos.

Instagram

Internautas criam vaquinha para comprar próteses de mulher que teve as mãos decepadas pelo ex-marido 2