Jovem que sofre bullying por deformidade no tórax recebe apoio de internautas

“O meu maior medo é perdê-lo”, desabafa Patrícia Souza, mãe de Renan, que nasceu com uma deformidade congênita da parede do tórax chamada pectus excavatum.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conhecida como “peito escavado”, ela compromete a função cardíaca e respiratória, causando dor intensa no tórax e nas costas.

Mas a dor maior de Renan talvez seja a psicológica. Desde outubro do ano passado, o garoto que mora na pequena Conselheiro Mairinck (PR) não vai à escola porque já não aguentava mais o bullying que sofria. 😢

“Ele não está indo na escola desde outubro do ano passado, pegou um trauma da escola, os colegas perguntam e tiram sarro dele”, disse a mãe.

Renan chegou ao limite do que poderia suportar. Desenvolveu depressão e tentou até suicídio. Felizmente, não aconteceu o pior.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

garoto boné camiseta cinza listrada
Renan desenvolveu depressão por causa do bullying. Foto: Arquivo pessoal

Porém, os efeitos perversos de olhares e comentários maldosos continuam ali. Renan anda sempre de camisetas compridas e evita se socializar.

“Eu que tenho que ir conversando e perguntando as coisas, se não ele fica semanas no quarto e até parece ele nem está dentro de casa.”

Apoie a vaquinha para a reconstrução do tórax do Renan. Ele merece uma vida nova. Clique aqui e doe.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Risco de parada cardíaca e respiratória

O problema de Renan foi identificado aos 12 anos.

Cada vez mais, Patrícia teme pela vida do filho. E tem motivo para isso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

foto de tórax garoto
Deformidade na parede do tórax que pode causar parada cardíaca e respiratória. Foto: Arquivo pessoal

laudo deformidade tórax
Foto: Arquivo pessoal

Quanto mais cresce, Renan, que hoje tem 1,82 de altura, vê a curvatura na parede do tórax aumentar.

A qualquer momento ele pode ter uma parada cardíaca e respiratória.

Apoie a vaquinha para a reconstrução do tórax do Renan. Ele merece uma vida nova. Clique aqui e doe.

Cirurgia para reconstrução do tórax

Patrícia conseguiu pelo SUS a cirurgia que fará o filho ter uma vida nova.

Antes precisa comprar uma placa de titânio, que custa em torno de R$ 20 mil, e só então Renan vai poder fazer a cirurgia de reconstrução do tórax.

selfie mãe e filho sentados banco praça
Foto: Arquivo pessoal

“Consegui a cirurgia dele no SUS por meio de uma ação judicial e a promotora notificou o Estado, se não, eu teria que pagar R$ 70 mil da cirurgia”, lembra Patrícia.

O que a família ganha trabalhando na roça é pouco. Demoraria um tempo que Renan não tem para comprar a placa de titânio sem depender da ajuda de terceiros.

Mas eles dependem e têm esperança de que vão conseguir. 🙌

Para isso, criamos uma vaquinha na VOAA.

O valor cobrirá a compra da placa de titânio e também custos com medicamentos e acompanhamento médico.

Vamos dar uma vida nova ao Renan? Clique aqui e doe.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Jovem que sofre bullying por deformidade no tórax recebe apoio de internautas 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,081,440SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Amigos há 7 anos descobrem que são irmãos separados há mais de 30 anos em Natal (RN)

Faz apenas alguns dias que Marcela Barbosa e Marco Medeiros descobriram que muito além de amigos de longa data, eles são irmãos biológicos que...

Garoto de 11 anos envia carta a juiz que liberou mãe presa para passar últimos dias de vida em casa

Existem pessoas que possuem a capacidade da empatia de forma naturalmente desenvolvida, e saber de histórias como essa nos fazem sempre acreditar que podemos...

Menina escreve carta pedindo para Deus tomar conta de sua cadelinha que morreu e ‘recebe’ resposta emocionante

Meredith de apenas 4 anos, perdeu sua cadelinha de 14 anos, Abbey. A menina ficou muito triste e pediu para sua mãe se podia...

Mulher de 78 anos constrói casa com garrafas PET em uma das regiões mais pobres de El Salvador

María Ponce construiu uma casa com garrafas de plástico com 78 anos de idade. Se tornou uma casa encantada por sua proprietária, artisticamente construída....

Aposentado, palhaço e empregada doméstica ganham vaquinha para terem suas casas reformadas

A ReforAmar é uma ONG que existe desde 2018, criada com o intuito de trazer dignidade para as famílias através da moradia. Para esse ano...

Instagram

Jovem que sofre bullying por deformidade no tórax recebe apoio de internautas 3