Varal Solidário ‘pega’ e ajuda quem precisa de agasalhos

Já são duas iniciativas do tipo em Ribeirão Preto/SP, uma na 13 de Maio e outra no Quintino Facci 1. Duas iniciativas de moradoras de Ribeirão Preto ‘pegaram’ e vêm ajudando quem precisa de agasalhos. Mais do que isso, facilitam a vida das pessoas que pretendem doar roupas aos mais necessitados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ação pioneira na cidade é da fisioterapeuta Eliana Coelho Prezoto, que montou desde 3 de julho, com a ajuda de vizinhos, um Varal Solidário no canteiro central da avenida 13 de Maio, em frente ao antigo prédio da Ceterp. A mecânica é simples: quem doa o agasalho deve pendurar a roupa no varal. E quem precisa é só pegar, 24 horas todos os dias. A ideia de montar o varal surgiu quando Eliana recebeu, há três meses, uma foto no WhatsApp de uma tia de Goiatuba (GO) mostrando a iniciativa em uma outra cidade do estado. Depois disso, a fisioterapeuta conversava com a faxineira, que tem quatro filhos, perguntando sobre a necessidade de agasalhos. “Vi que ela estava usando o agasalho do filho”, relembra. Esse momento deu um clique em Eliana e ela decidiu montar o varal.

Para colocar a ideia em prática, comprou o varal, dois pacotes de prendedores e contou com a ajuda solidária dos vizinhos, que abraçaram a ideia. Somente das doações de Eliana para pôr para funcionar o varal foram 36 peças. O público atendido é bem diverso. “Vi morador de rua pegando, gente que desceu do ônibus, pegou e depois já tomou outro ônibus para ir embora. Uma idosa pegou uma camisa para o sobrinho”, relembrou. O polidor de carros João Batista Rodrigues foi um dos voluntários que ajudou Eliana a montar o varal. Além de ajudar na implantação da iniciativa solidária, também foi ajudado: pegou uma camisa, duas calças e uma toalha.

A empreendedora Renata Silva anunciou que pretende montar, a partir desta sexta-feira (4), um Varal Solidário permanente na Praça São Matheus, no Quintino 1, a poucas quadras da sua casa. A decisão veio após a experiência no último final de semana. Com a ajuda de mais voluntários, Renata montou o varal sábado (29) e domingo (30). O resultado surpreendeu: os moradores aderiram em peso e mais de 200 peças foram doadas. “Fiquei muito feliz com a experiência, não teve bagunça. A intenção é, além de ajudar a quem precisa, trazer as famílias para a praça”, diz Renata, que se inspirou em montar o Varal Solidário após ver ação semelhante em Taiaçu (SP) via Facebook.

Renata Silva

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[Nota da Redação]

Acreditamos que a tecnologia pode proporcionar momentos inesquecíveis, como a realização de assistir uma apresentação de balé ou viajar para a Espanha, tudo isso é possível através da realidade virtual. Assista a experiência que levamos a uma casa de repouso de São Paulo:

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Óticas Carol disponibiliza óculos de grau por 49 reais para crianças de escola pública

Toda criança tem o direito de enxergar o mundo mais bonito.

Gatinha de estimação dorme em ensaio ‘newborn’ para derreter nossos corações

A mamãe e fotógrafa de Luna criou um calendário com as fotos e o lucro da venda será doado para uma ONG de proteção aos animais.

Casal de 100 e 96 anos celebra casamento em casa de repouso

No último sábado (29), um simpático casal de idosos celebrou seu casamento em uma casa de repouso de Campinas (SP). Branca, 96 anos, e Marcelino,...

Moradores transformam ponto de ônibus em Pomar Solidário e revitalizam local

Sabe aquele pé de fruta do quintal que dá mais fruto do que a gente consegue consumir? Então, em Brasília, no conjunto Park Way,...

Viúvo de 96 anos entra em concurso com música dedicada à esposa e emociona júri

O estúdio de gravação musical Green Shoe lançou este ano um concurso de caça talentos, na esperança de descobrir um prodígio local. Porém, foi...

Instagram