Vendedor adapta carretinha em bicicleta para trabalhar e cuidar do filho durante a pandemia

Luan Maciel Carvalho, de 24 anos, é vendedor de salgados em Santa Helena de Goiás (GO) e não tem com quem deixar o filho pequeno, Pedro Samuel, de apenas 4 anos, enquanto sai para trabalhar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lançamos uma vaquinha na VOAA para ajudar o Luan a pagar uma pessoas para cuidar do filho e para se manter nessa pandemia. Com o restante do valor, ele quer investir numa casinha. Faça a sua contribuição!

Desde o início da pandemia, com as creches fechadas, Luan tem levado o Pedro nas suas rotas de venda, que dão cerca de 50 km por dia! Ele faz tudo isso pedalando e adaptou uma carretinha para que o filho ficasse confortável e na sombra.

Luan ganha cerca de R$ 700 por mês e todo o dinheiro é para pagar aluguel, energia, água e comida. Ele disse que não sobra nenhum valor para pagar uma babá.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quero ver se consigo uma casa para ele ter um lugar digno de morar […].Hoje ele é tudo para mim. Sem ele, eu não sei o que eu seria hoje”, disse o vendedor.

luan fazendo as entregas

Ele adaptou uma cadeirinha na bicicleta

Luan ganhou uma cadeirinha de criança e o restante do material custou R$ 45. Ele colocou mais duas rotas e uma lona, que serve de sombreiro para que Pedro não fique o dia inteiro no sol.

É tudo de sucata, comprei tudo no ferro-velho. As babás mais baratas que eu achei cobravam R$ 400“, contou.

menino em carretinha bicicletas e carreta adaptadaCom a adaptação, o peso que Luan carrega aumentou para 50 kg. Isso faz com que o vendedor também tenha um cansaço físico maior, durante seu turno de trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pedro e Luan chamam a atenção por onde passam. O pai conta que muita gente elogia a sua dedicação e amor pelo filho.

Não são todos os pais que fazem uma coisa dessas. É um sacrifício muito grande. Não é fácil para ele não”, disse a empresária Marlene Campos quando viu a iniciativa do salgadeiro.

Dificuldades para criar sozinho o filho

Quando Pedro tinha apenas um ano, Luan se separou da mãe do menino. No início, a mãe ficou com o garotinho e os dois foram morar em São Paulo (SP).

Depois de seis meses, ela pediu para Luan pegar Pedro, pois passava por algumas dificuldades financeiras e não estava conseguindo criar o filho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pedro e Luan

Desesperado, Luan conseguiu juntar o valor das passagens com a ajuda de doações. Trouxe seu filho para morar com ele e desde então é ele quem cuida sozinho do Pedro.

“Ele é tudo que tenho, é tudo para mim. Não sei o que seria da minha vida sem ele”.

Hoje os dois moram em uma quitinete muito pequena. Queremos ajudar o Luan a ter um cantinho para ele viver mais confortável e seguro com o Pedro.

Casa do Luan

Vamos ajudar esse super pai e seu filho? Clique aqui e faça a sua doação.

 

selo conteúdo original

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o projeto selecionado anunciado pela Tatá Werneck:

FONTE: Informativo Cidades

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem aproveita Black Friday para alimentar desabrigados no Guarujá (SP)

"Sobrou um dinheiro este mês e decidi que seria a hora certa, porque os restaurantes estavam fazendo promoções na Black Friday", contou o porteiro Leonardo Souza Leite.

Diego, a tartaruga que salvou sua espécie, se aposenta após ser pai de 800 filhotes

A tartaruga Diego ganhou um descanso merecido. Depois de salvar sua espécie da extinção, o morador de Galápagos se aposentou! Diego foi levado do zoológico...

Atendentes de drive thru oram com cliente que perdeu marido um dia antes

Uma atitude solidária não tem hora, nem lugar marcado para ocorrer. Simplesmente acontece. A norte-americana Barbara Danner é uma testemunha disso. Há quatro anos, ela...

Papai Noel aprende língua de sinais para atender crianças surdas

Cerca de 800 crianças e jovens movimentam o espaço natalino do Colinas Shopping, em São José dos Campos, e tornam a rotina do Papai...

Instagram

Vendedor adapta carretinha em bicicleta para trabalhar e cuidar do filho durante a pandemia 1