Desempregado investe último dinheiro pra aprender, fazer e vender pudim em SP: negócio decolou após desabafo!

Clique e ouça:

Dá água na boca, não dá? Eu sou suspeito, amo pudim, mas teve gente que pediu o pudim ‘cenográfico’ do Jonas, só que não levou. Uma desfeita, ou melhor, falta de respeito mesmo! A história é a seguinte.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jonas mora em São Paulo, ficou desempregado na pandemia e foi obrigado a se reinventar. Pegou os R$ 300 que tinha na conta – suas últimas reservas! –, comprou um e-book que ensina a fazer o pudim lisinho (R$ 130) e os materiais para os primeiros pudins.

“Eu sempre gostei de cozinhar, já tinha um perfil no Instagram. Todo o dinheiro que eu tinha eram R$ 300. Aí, eu pensei, ‘meu Deus, o que eu vou fazer da minha vida?’. Foi onde surgiu a oportunidade de comprar o e-book de um curso de pudim”, conta.

pudim em prato
Dá até de comer de tão perfeito! kk Foto: Reprodução/Instagram @jonreceitas

pudim de leite
Misericórdia! Foto: Reprodução/Instagram @jonreceitas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo ia muito bem, uma galera comprando o pudim, até que umas cinco pessoas – não faça isso, gente! – encomendaram, mas não quiseram mais o pudim em cima da hora.

Assim, sem mais nem menos. Não pediram para cancelar o pedido e nem se deram ao trabalho de responder as mensagens do Jonas – um ou outro bloqueou o número dele.

Desempregada, Paula improvisou uma lojinha de doces em casa e aprendeu a fazer bolos sozinha. Seu sonho é ter a sua doceria. Vamos realizá-lo? Clique aqui.

Jonas vira a madrugada fazendo pudim

“Ou ficavam assim, ‘tô indo buscar, tô indo buscar’. A pessoa nunca chegava”.

Quer dizer, atrasava a produção dos outros pudins que o Jonas tinha pra fazer, sabe? Isso quando ele não tinha que ir pra rua comprar mais embalagens, mais materiais, enfim, empacou todo o trabalho dele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

homem segurando bolo chocolate cobertura morango
Ele faz o bolo de chocolate dele também! Foto: Reprodução/Instagram @jonreceitas

“Eu fico até às 3h da manhã fazendo pudins, sem almoçar na maioria das vezes. E faço com todo o amor, então se não pode pegar o produto ou acontecer algum imprevisto, avise com antecedência, dê uma explicação a outra pessoa que está fazendo algo pra você.”

Isso foi o que mais deixou Jonas chateado, a pessoa “sumir do mapa”, não dar nenhuma satisfação. Mas a reviravolta veio, e ela veio bonita!

400 pedidos de pudim num único dia!

O Vicente Carvalho, fundador do Razões, pediu o pudim do Jonas pra ver se o sabor era tão bom quanto a cara, e, meninas e meninos também, não é que é mesmo?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Muita gente enalteceu o Jonas no post que fizemos no Insta – tem uns comentários bem engraçados rs – e as encomendas vão muito bem, obrigado!

“O negócio viralizou, cresceu, graças a Deus, tá dando certo!”

A média era de 12 encomendas por dia, só ontem, ele recebeu 400 encomendas! 😱

Jonas contou pra gente que vai precisar reestruturar o negócio inteiro se quiser atender todo mundo. 😁 Recebeu até ligação de emissora de TV para dar entrevista!

Ele também ganhou milhares de seguidores novos no @jonreceitas e muitas, mas muitas mensagens de incentivo!

Bora enaltecer o Jonas e, se você mora na região do Santa Cecília, qualquer dia é Dia de Pudim, a dieta que lute!

[ASSISTA: Segundo episódio do programa do Razões para Acreditar: Era Só  O que Faltava!] 

Tem corte de cabelo com ajuda de vídeo-chamada, tem giro de notícias com nosso comentarista mirim, tem Marcos Mion mandando recado pra menino autista e por aí vai.. bota o fone, e fica com a gente:

selo conteúdo original

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,076,276FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,572SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário? Esta situação, hipotética para muitos, aconteceu com um garoto tailandês....

Após 8 anos presos em gaiolas, leões de circo são resgatados e pisam na grama pela primeira vez

Não é de hoje que percebemos uma mudança radical nos cuidados aos animais de circo. O público tem cobrado mais responsabilidade com espaço, alimentação...

Depois da formatura, ela foi até o trabalho de seu pai, que é pedreiro, para agradecê-lo

Se tem uma coisa que a paraguaia Yudit Romero reconhece é o sacrifício que o pai fez para lhe dar a melhor educação possível. Don...

Instagram

Desempregado investe último dinheiro pra aprender, fazer e vender pudim em SP: negócio decolou após desabafo! 14