Vendedora ambulante escreve relato poderoso à pessoas que a olham com nojo por trabalhar na rua

Guerreira é o adjetivo que melhor define essa carioca que não foge da luta. Debaixo de chuva ou de sol, a carioca Julia Joublot é como muitas mulheres brasileiras que ralam para pagar as suas contas, e ela o fez em um relato poderoso no Facebook.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela trabalha vendendo água, refrigerante, sacolé e salgados na Avenida Brasil, no Rio de Janeiro. Não bastasse o trabalho pesado, ela ainda tem que colocar homem que acha que “cantada” não é “assédio”,  no seu devido lugar – o lugar da vergonha (!) – e aquelas pessoas que olham para o seu trabalho com “cara de nojo”.

No final do ano passado, Julia fez votos de que 2018 marcará uma mudança na sua vida. E, para isso, ela conta com ajuda das pessoas:

“Como sabem eu trabalho na avenida Brasil para comprar minhas coisas, para comprar o que eu preciso, então meus amigos se alguém souber de algum emprego me comuniquem pq infelizmente vivo entregando currículo e nunca consigo um emprego, quero dar continuidade nos meus estudos e se Deus quiser 2018 será o ano de muita realização”, escreveu Julia no seu perfil do Facebook.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O post, que mostra duas fotos de Julia, uma trabalhando e outra nos finais de semana – já tem mais de 91 mil reações e mais de 14 mil compartilhamentos. Nos comentários, chovem palavras de incentivo e elogios à mulher que Julia é.

Não sabemos ainda se Julia conseguiu um emprego novo depois dessa repercussão. Até o fechamento desta matéria, não conseguimos entrar em contato com ela. Traremos mais atualizações em breve!

fotos: reprodução Facebook/Julia Joublot

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,645,514SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“Heróis do Dique”: jovens mergulham em dique e salvam idoso em Salvador (BA)

Os jovens Breno, Luan, Júnior e Denilson resgataram um idoso de 72 anos que caiu em um dique em Salvador (BA), após um acidente...

Ele largou a vida corporativa e foi viver sozinho numa ilha

Ele não sofreu um naufrágio como Robinson Crusoé, mas ganhou esse apelido pois, desde que perdeu milhões na queda da bolsa de 1987 e...

BARRACO#55: a kombi que conecta o asfalto e a favela no RJ

O projeto consiste em oferecer aos jovens da comunidade do Complexo do Alemão um ambiente favorável à produção e reflexão. Criar e inovar por...

Vaquinha para porteiro que pediu emprego com cartaz bate meta em menos de 24h

Desempregado desde dezembro do ano passado, porteiro fica todos os dias em frente a um supermercado com cartaz pedindo emprego.

Projeto questiona machismo, homofobia e sexismo com lambes coloridos

Com lambes coloridos, duas jovens do Sergipe conscientizam as pessoas sobre atitudes machistas, sexistas e homofóbicas que precisam acabar.

Instagram