Vídeo divertido mostra um dia na vida de um cão resgatado

2
8519

Com o título de “Something Good”, esse vídeo vai encantar ao mostrar um dia na vida de Monkey, um cãozinho que foi resgatado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Impossível não sentir a imensa alegria dele e fica a mensagem de que amigos não se compram, por isso, adote!

Monkey vai fazer seu dia melhor e te deixar morrendo de vontade de ir resgatar um companheiro para a vida agora mesmo.

É 1:55 da mais autêntica felicidade!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Screen Shot 2015-05-19 at 7.08.55 PM

Screen Shot 2015-05-19 at 7.09.16 PM

Screen Shot 2015-05-19 at 7.09.50 PM

Screen Shot 2015-05-19 at 7.10.15 PM

Screen Shot 2015-05-19 at 7.11.13 PM

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

2 COMENTÁRIOS

  1. Excelente. Complementando a reportagem sugiro verem a reportagem da super interessante (http://super.abril.com.br/mundo-animal/conheca-doencas-mais-comuns-cada-raca-cachorro-746539.shtml) e o vídeo da Revista Superinteressante (https://www.facebook.com/Superinteressante/videos/10153520534367580/). Sinceramente, não entendo como alguém pode querer um animal geneticamente modificado, com tendência a desenvolver muito mais problemas de saúde e que irá demandar um gasto muito maior com veterinário e rações especiais! Existem vira-latas de todos os tipos: grandes, pequenos, agitados, calmos, bravos, manso e em todas as cores. Basta ir a um abrigo e passar um tempinho no canil para ver com qual você mais se identifica. A única justificativa para se gastar dinheiro comprando cães e financiando essa cruel indústria da reprodução de animal é a vaidade, a ostentação, a vontade de mostrar para todos que se tem condições de comprar um “objeto” caro, um adorno para sua casa e sua própria vida vazia. Adote um vira-latas e faça alguma diferença para a vida de um animal que vive preso no abrigo sem ter cometido nenhum crime!

  2. Adorei, muito bonita a forma como foi captada a essência do “ser feliz” …

Comments are closed.